Sunday, January 19, 2014

Paisagens de Inverno





Pitões das Júnias | Montalegre 
Foto: António Cunha


Serra | Montalegre 
Foto: António Cunha



Serra | Montalegre 
Foto: António Cunha

"depois do Outono, o inverno por que eu esperava;
a neve crepuscular em que vivemos há alguns dias tornou-se o fundo da minha incerteza por eu não saber o que cabe (...) em mim; "

Maria Gabriela LLansol, contos do mal errante

Não, desta vez o inverno não entrou de repente. Há muito se instalou. O branco tem pintado as paisagens mais altas, espalhando em silêncio este branco-anilado, recortando a paisagem local. 

O azul nem sempre se abre. Permanece muito mais embrulhando nas nuvens plúmbeas. 

Eu olho, sob o impulso de viver. E quando os ventos frescos sopram, névoas invadem a minha nostalgia das noite quentes.

Sinto os aromas do frio agressivo que não tem poupado a cidade. Não neva. Mas faz frio. Desaconchegante.

O ar gélido pairou o dia inteiro e desceu pela noite. Tanto frio. As luzes ilumninaram-se, cobrindo a armosfera que se exibe lá fora. Sei que o frio não fundirá o gelo.

E se vos disser que o pássaro sem primavera teima em chilrear pela madrugada, quando a chuva não o fustiga com braveza. Bem pela madrugada. 

Ilusão? Não! Posso garantir que ele vem, algumas noites, mal se adentrou Janeiro.


"Já estou calma. Não menos triste; 
tentar dizer o que uma coisa é, é viver;"

Maria Gabriela LLansol, contos do mal errante,
edições rolim, 1986

Miosótis (pseudónimo)

fragmentos da noite com flores

19.01.2014
Copyright ©2013-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com® 


10 comments:

Mar Arável said...

Branco no branco

heretico said...

vibrantes paisagens de cristal...

beijo

Suzete Brainer said...

Acho que este inverno cria

um espaço enorme para

entrar em contato com o

sentir por dentro...

Aprecio tanto este teu

espaço, encontro sempre

conteúdos belos,poéticos

e filosóficos que os

levo comigo.

Por isso, grata!

Beijinho.

Fernando Santos (Chana) said...

Muito belo as fotografias e o texto...Excelente....
Cumprimentos

Lune Fragmentos da noite com flores said...

Branco lindo, este país, 'Mar Arável'.

Lune Fragmentos da noite com flores said...

Perante a beleza das fotos, divago o desconforto do inverno.

Sempre tão afável, 'Herético' !

Um beijo,

Lune Fragmentos da noite com flores said...

Sim, em parte, Suzete. Mas há um outro lado da alma que precisa da luz que vem do sol.

Não sei como agradecer tuas palavras ternas para com este meu canto! Sentires que vou deixando em noites de acalmia... ou não.

Beijinho

Lune Fragmentos da noite com flores said...

Muito obrigada 'Chana' ! Pela presença e pelo amistoso comentário !

É um gosto ! Volte sempre !

Elisa T. Campos said...

Seus textos me encantam tanto
Puros poemas que me convidam a voltar e reler.
Adoroooooooo.
Estava com saudade. Vou voltar.
Boa noite.
bjs.

Lune Fragmentos da noite com flores said...

Comentou tão distante que só hoje me apercebi, amiga Elisa.

Fico muito feliz por saber que gosta de voltar a 'fragmentos' para me ler.

Tenho sido bem menos assídua... mas sigo escrevendo.

Espero que volte. mesmo !

Beijos, boa noite