Sunday, November 18, 2007

Tempo de mudar...





Pavel Rahman/AP 2007



Rafiqur Rahman/Reuters 2007




AFP/Farjana Khan Godhuly 2007
http://static.guim.co.uk/



O sofrimento alheio também nos incomoda. Incomoda-nos quando o presenciamos e nos deixamos tocar por ele. Incomoda-nos quando nos pomos no lugar dos outros e imaginamos o seu sofrimento.

Tsering Paldron


Nada me ocorre acrescentar, tal a devastação e as fragilidades...




Miosótis (pseudónimo)

fragmentos de uma tarde cinza-cor-de-chuva, sons Sacrifice, Lisa Gerrard & Pieter Bourke

18.11.2007

Copyright ©2007-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com® 

24 comments:

Spells said...

Olá Mio.

Sabes o que mais me irrita no meio de tudo isto? É que diariamente nos chegam aos ouvidos noticias de tal modo absurdas e posso dar-te um exemplo que me deixou perplexo que li algures num jornal:

"Um tribunal saudita condenou hoje a 200 chibatadas e seis meses de prisão uma mulher que foi vítima de violação em grupo, por infringir as leis de segregação por sexo do país."

Este é um assunto que me toca bastante pois como sabes passei o meu mês de férias num bairro de Angola a fazer voluntariado missionário... não digo isto para me gabar, apenas para dizer que somos poucos a "tentar" mudar algo. E depois ainda temos noticias como esta que nos deixam à beira de um ataque de nervos...
´
À que levantar a cabeça e seguir em frente até porque se todos desistir-mos quem vai levar as coisas para a frente...

Fizeste bem em nos lembrar que nem todos têm a nossa sorte!

"Lisa Gerrard & Pieter Bourke" nada melhor para ouvir numa tarde acinzentada...

Votos de uma linda semana.

Um sorriso

LB said...

E, nestas fotos, o sofrimento toca-nos especialmente.

Beijinho

Miosotis said...

Olá Nino,

Essas notícias não nos fazem só irritar... mas sobretudo 'revoltar' por saber que são sempre os mais fracos [mulheres, idosos, crianças] a sofrer o 'terrível' fascínio' do poder!

A notícia é terrível pela sua dupla injustiça!
E depois há todos aqueles países onde mutilam as mulheres :((

Sei que estiveste a fazer voluntariado em Angola e só tenho a louvar a tua 'posição' e a de todos os voluntários em qualquer parte do mundo... e em qualquer tipo de acção voluntária!

Faço votos que o nosso país aja nesta calamidade... mais uma, que se abateu sobre o povo do Bangladesh já tão 'sacrificado' na sua existência!

Lisa Gerrard é uma voz que exprime bem o sofrimento!

Sensibilizada pelo teu olhar afectuoso e atento em 'fragmentos'!

Excelente semana, apesar da chuva!
Um beijo

Nota - Falo do que sinto... sempre!

Miosotis said...

Se toca, 'LB'...
Fica-se com os olhos presos às expressões faciais :(

Sensibilizada pelo teu olhar atento em 'fragmentos'!
Um beijo

Anonymous said...

Sou-me Homem, igual a tantos outros, entre tantos iguais e tão diferentes. Sinto como mais alguém sente, tudo o que existe e que chega até nós. Colocando-me em algum lugar, mesmo por uma eternidade, nada saberia ou como se sente gente tão diferente da minha.

Uns dizem que este é o ultimo estado da evolução humana, se o é, não me chega, nem me basta.

Mateso said...

As diferenças existem e subsistem. O homem circula, entre si na impávia, da sua arrogância ou simplesmente na mediocridade da sua existência. Os outros, aqueles que se dobram ou que sofrem, são peões de um tabuleiro corroído de avareza e cupidez.
E infelizmente somos muitos!
Beijinho.

wood-gotas de orvalho said...

Nada é o que deve ser acrescentado. Ou a consciência humana (esse nada).

carteiro said...

Claro que incomoda tamanho sofrimento. a palavra sofrimento é, nestes casos, tão redutora. pois, todos sofremos e desabafamos certas angústias, mas comparadas com as nossas, que são estas? estas moram num sítio muito mais profundo, muito mais adverso a tudo, ao mundo. e estes povos, muito pouco ou nada podem mudar sozinhos sem ajuda dos outros.

Pepe Luigi said...

A Natureza está cheia de razões que a própria razão desconhece.
Temos um exemplo local nomeadamente em Castelo Branco quando 16 vítimas perderam a vida e outras tantas ficaram feridas após o brutal acidente de um autocarro que precisamente regressava de um passeio a Fátima;
As guerras infindáveis por esse mundo fora; As tormentas e tempestades que têm assolado o Globo, deitando à morte e deixando na miséria milhares e milhares de gente, senão milhões; As epidemias constantes que dizimam outras tantas pessoas; A fome outra incongruência em pleno Sec.XXI
É frequente dizermos que o Homem destrói o ambiente, mas a própria Natureza é por vezes também muito cruel.

Um grande abraço

herético said...

sensível e delicada. até na dor...

Miosotis said...

Não sei se é o último estado da evolução humana, 'Anónimo'... mas em muitos aspectos, há talvez uma enorme regressão de valores básicos!

Sensibilizada pelo teu olhar em 'fragmentos' onde se fala exclusivamente de 'sentires'!

Miosotis said...

Somos... talvez, 'Mateso'! Não quer dizer que não ergamos 'voz' contra as 'diferenças' abismais entre seres e existências!

Sensibilizada pelo olhar poisado em 'fragmentos'!
Um beijo

Miosotis said...

Sensibilizada pelo teu olhar poisado em 'fragmentos', 'Wood- gostas de orvalho'!

Miosotis said...

Estou de acordo, 'Carteiro'! A palavra 'sofrimento' por si só pode ser bastante 'redutora' perante tamanha 'adversidade' que se mantém inexorável, independentemente dos cataclismos!

Se virmos bem, já outros, muitos antes de nós, chamaram à atenção para este povo... e pouco se alterou! Mas há que continuar!

Sensibilizada pelo teu olhar atento em 'fragmentos'!

Miosotis said...

Aí apontaste o dedo para uma verdade crua e terrível, 'Pepe'! Como é possível o flagelo da Fome continuar tão presente neste século?!? Este é o maior pecado dos Homens!

Penso que a Natureza se tornou mais cruel pela mão do Homem, não sozinha!

Sensibilizada pelo seu olhar poisado em 'fragmentos'!
Um abraço

Miosotis said...

'Herético'... o teu olhar também é poisado em 'fragmentos' com sensibilidade!
Um beijo

Anonymous said...

"...em 'fragmentos' onde se fala exclusivamente de 'sentires'!"

Com esta me despeço...

Miosotis said...

E não é...?!!

Excelente descanso nesta noite fria, 'Anónimo'!

Hoje, estou mesmo exaurida :-(

Vladimir said...

fotos que nos consciencializam daquilo que por vezes ignoramos ou queremos ignorar...

Miosotis said...

Fotos de gente profundamente sofredora, 'fragilizada' em todos os aspectos de uma não vida :(

Sensibilizada pelo olhar solidário em 'fragmentos', 'Vladimir'!

Anonymous said...

É!
Não o contrariei, ou será que o fiz?!
Não interessa, nada disto interessa.
Uma semana menos esgotante para ti.

Miosotis said...

Penso que não o contrariaste, 'Anónimo'... fiquei a pensar!

Nada disto interessa?! Lamento... pensei que gostasses de 'fragmentos' :(
De outro modo, por que me lerias regularmente? E estás mais ou menos atento ao que escrevo?!

Mas se calhar, tens razão! Nada disto interessa! São apenas fragmentos de um ser... um vulto nesta 'vacuidade' da Internet.

Há dias, eu sei!
Mas como posso eu queixar-me perante o que vejo estampado no rosto destas pessoas!!!

Sensibilizada pelos teus votos e pelo cuidado que tens comigo [talvez!?]

Uma semana menos esgotante, para ti também!
Um abraço nesta noite fria

Anonymous said...

e leio, regularmente, e estou atento, porque me traz paz, é sincero. Assim, o tomo, de outra forma não o poderia tomar. Poder até podia, mas isso já se seria presumir algo que não sei.

e não interessa, é discutir sobre algo que estou de acordo contigo, sobre este lugar de sentires, de outra forma pq haveria de aqui vir, se não fosse isso que me trouxesse.

uma verdade, é o um vazio, desta Internet, no entanto, mesmo assim aproxima-nos sem querer-mos de pessoas ou melhor, o que elas transmitem, que de outra forma não o fazíamos.

e é sincero o voto de uma semana menos esgotante, senão porque o diria, é fácil parecer bem, difícil é ser-se.

Uma boa noite para ti tb!

Miosotis said...

Assim é...

Boa-noite!