Monday, September 24, 2007

Marcel Marceau, o poeta silêncio





Marcel Marceau por Marcel Marceau (desenho)

"La parole n'est pas nécessaire pour exprimer ce qu'on a sur le cœur."

Marcel Marceau



Marcel Marceau (1923-2007)

Criador da personagem Bip, ser sensível e poético, inspirado em Debureau e Charlie Chaplin, que lhe permitiu explorar a vida e a sociedade moderna e expor o seu lado trágico.

Pierrot lunar, olhos pintados a carvão, boca de um só traço vermelho, divertido chapéu alto sobre a cabeça, com uma flor vermelha servindo de panache tal Dom Quixote desarticulado em busca dos seus moinhos de vento

Deliciou-nos com os seus gestos suaves, tranquilos, silenciosos, impregnados de uma estranha e doce magia trágica que só a alma de um poeta sabe criar.


"A mímica, como a música, sabe como ultrapassar fronteiras e nacionalidades"

Marcel Marceau
Miosótis (pseudónimo)

fragmentos de uma noite de luar intenso tornando o ar menos frio

23.09.2007

Copyright ©2007-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com® 

  Licença Creative Commons

26 comments:

DarkViolet said...

Uma prova que a voz muitas das vezes incomoda. O corpo tem outras formas de expressões. Mas tudo no fim sao gestos condicionados, duma forma ou de outra.

Chahy said...

Nem sempre a palavra é dona e senhora dos sentimentos, mais do que letras e silábas, um gesto pode dizer muito.

Este ano já perdemos a Voz, Pavarotti e perdemos o Gesto, M.Marceau.

entristecida fico...

TINTA PERMANENTE said...

Tudo que ele fez de grande, fez em silêncio!
Em silêncio (também)fica a Saudade.
abraço.

herético said...

é bom acompanhar-(te) em idêntica admiração por Marcel Marceau.

João Cordeiro said...

Obrigado pelo incentivo e pela presença.
Um abraço sonhador

Mateso said...

...surtout quand le geste est tout...
Beijo

Anonymous said...

viste-lhes as mãos?
Face da palavra.

Miosotis said...

Acabo por te dar um pouco razão no que concerne à última parte do teu pensamento...

O mundo que nos envolve coarta imenso, também os nossos gestos!

Sensibilizada, 'dark_violet' pelo teu olhar em 'fragmentos'!

Miosotis said...

'Chahy'... sim esta passagem de verão/outono tem sido avassaladora para a Arte: Antonioni, Bergman, Pavarotti, Marceau :((

Tantas referências maiores!

Sim... 'o gesto' pode dizer muito, mas a ausência dele também!


Sensibilizada pelo teu olhar em 'fragmentos'!

Miosotis said...

Sinto que até na 'passagem' foi silencioso!
O imenso Poeta do Gesto poisou suas mãos :(

Sensibilizada pelo teu olhar em 'fragmentos', 'Tinta Permanente'!
Abraço

Miosotis said...

É bom mesmo, 'Herético'! As tuas homenagens são lindas!

Sensibilizada pelo teu olhar constante e afectuoso em 'fragmentos'!

Miosotis said...

João, se te 'incentivei' é porque li 'sensibilidade' e/ou talento!

Sensibilizada pelo teu olhar em 'fragmentos'!
Abraço da noite linda

Miosotis said...

Surtout quand le geste devient poésie et les yeux s'émerveillent...

Sensibilizada pelo teu olhar constante e afectuoso em 'fragmentos', 'Mateso'!
Beijo

Miosotis said...

Acontece que por vezes não entendo a mensagem... é o caso, 'Anónimo'!

Sensibilizada pelo teu olhar em 'fragmentos'!

un dress said...

a ausência de palavras...


mais que nunca...!




*

Tania said...

Fica, no coração, a doce lembrança do artista. Bonita e delicada homenagem.

Um abraço, Miosotis.

Tania

Miosotis said...

Sim... as palavras feitas gestos!

Sensibilizada 'un dress' pelo teu olhar!

Miosotis said...

Uma lembrança feita de gestos poéticos num rosto/máscara triste num apelo às coisas vãs do mundo...

Sensibilizada Tânia, pelo teu olhar em 'fragmentos'!

Twlwyth said...

A magia do silêncio tornou-se agora uma perda.

O Profeta said...

Saberás que um bando de gaivotas
Fugidas à fúria de alteroso mar
São pássaros perdidos do ninho
Que a bruma não deixa encontrar

Saberás também que o mar
Cavalga nas asas do vento
Em dias de forte tempestade
Aos olhos de um Neptuno atento

Bom fim de semana

Doce beijo

Pepe Luigi said...

Faltam-me as palavras para definirem os gestos deste grande Vate da mímica.

Miosotis said...

É uma perda sim, Twlwyth, mas que permanecerá para sempre na nossa memória visual!


Sensibilizada pelo teu olhar em 'fragmentos'!

Miosotis said...

'Profeta', muito sensibilizada pelo belíssimo momento poético que poisaste em 'fragmentos'!

Um beijo

Miosotis said...

É difícil encontrar palavras pela imensidão da mensagem gestual deste Poeta que preteriu precisamente as palavras!

Sensibilizada, 'Pepe' pelo teu olhar em 'fragmentos'!

TINTA PERMANENTE said...

Voltei... mas saio em silêncio!
Tudo de bom
abraço

Miosotis said...

Já foi muito bom saber que poisaste em 'silêncio', 'Tinta Permanente'!

Sensibilizada pelo gesto afectuoso!
Abraço