Tuesday, March 08, 2016

Fernando Pessoa em Dia Internacional da Mulher





Woman portrait
Yury Malkov


Como te amo? Não sei de quantos modos vários 
Eu te adoro, mulher de olhos azuis e castos; 
Amo-te com o fervor dos meus sentidos gastos; 
Amo-te com o fervor dos meus preitos diários. 

É puro o meu amor, como os puros sacrários; 
É nobre o meu amor, como os mais nobres fastos; 
É grande como os mares altisonos e vastos; 
É suave como o odor de lírios solitários. 

Amor que rompe enfim os laços crus do Ser; 
Um tão singelo amor, que aumenta na ventura; 
Um amor tão leal que aumenta no sofrer; 

Amor de tal feição que se na vida escura 
É tão grande e nas mais vis ânsias do viver, 
Muito maior será na paz da sepultura! 

Fernando Pessoa, Como te Amo,
"Inéditos – Poemas de Lança-Pessoa – Manuscrito (Junho/1902)" 


Hoje deixo de lado meu pensamento mais interventivo. Apenas falam os afectos do poeta.

Miosótis (pseudónimo)
fragmentos da noite com flores

08.03.2016
Copyright ©2016-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com®

2 comments:

Mar Arável said...

Bela homenagem
para todos os dias

Lune Fragmentos da noite com flores said...

Sim, confesso que deveria ser para todos os dias. Estou de acordo, 'Mar Arável'!

Sensibilizada pela tua presença.