Sunday, November 25, 2007

Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres




http://www.cidm.pt/




http://3.bp.blogspot.com/



Por sendas oblíqüas,
violência urbana
violência doméstica.
Delitos, impunidade e dor,
na penumbra das cidades.

Andréa Motta, 30.11.2004


Um dos temas da campanha do Conselho da Europa, tem como lema:

"Tudo começa com um grito e nunca deve acabar num grande silêncio".


Miosótis (pseudónimo)

fragmentos da noite para as mulheres que não têm flores

25.11.2007

Copyright ©2007-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com® 


12 comments:

PoesiaMGD said...

Nunca deve começar com um grito! Deve acabar sem chegar o grito! Eu sou absolutamente contra a violência... seja contra quem for!
Um beijo para todas as vítimas de violência.

DarkViolet said...

O silêncio ao estoirar os tímpanos acorda trevas que trituram os Seres. Porque se tem que chegar a esse ponto? Por vezes nem é a violência que atormenta as pessoas, mas sim a descrença em acreditar.

wood-gotas de orvalho said...

Sabemos que há muitas formas de violência, nem tudo é agressão física e nem tudo começa com um grito (pode já começar com um silêncio imposto, e acabar noutro).

LB said...

Eu, contrário a toda e qualquer espécie de violência, abomino a psíquica e enoja-me a física.

Beijinho

Miosotis said...

Penso, com grande tristeza, que a violência se instalou nas novas sociedades.
E pergunto-me por que se chamarão elas 'sociedades do conhecimento'?!?
:(

Sensibilizada pelo olhar poisado em 'fragmentos', MGD!

Um beijo

Miosotis said...

Concordo com essa visão sobre um determinado tipo de violência: a do silêncio por falta de crença num dia melhor, 'Dark_'!

'O silêncio ao estoirar os tímpanos acorda trevas que trituram os Seres' - uma imagem terrível esta, mas verdadeira! Ao que chega o ser evoluído... aos primórdios da malvadez?!?

Sensibilizada pelo olhar poisado em 'fragmentos'

Miosotis said...

Sim, 'Wood' nem tudo começa e/ou acaba com um grito!
'...(pode já começar com um silêncio imposto, e acabar noutro)' - disseste/escreveste bem! Um tipo de violência psicológica profunda que amordaça os mais puros sentimentos, por vezes...

Sensibilizada pelo olhar poisado em 'fragmentos'

Miosotis said...

Partilho dos teus sentimentos, 'LB'!

Ainda ontem, por incrível que pareça ou até por isso mesmo, a RTP1 passou mais uma vez um filme '7 Pecados Mortais' que me agoniou [quando fui vê-lo no ano de estreia] ao limite do meu âmago! Claro que ontem, recusei-me a rever!

E por que razão me 'magoou' tanto? Porque 'compreendi' que não era ficção... que há seres humanos capazes de tudo aquilo :(

Sensibilizada pelo olhar poisado em 'fragmentos'!
Um beijo

herético said...

a violência do silêncio. podemos vencê-la!

Miosotis said...

Nem sempre, 'Herético'... nem sempre!

Sensibilizada pelo olhar amigo em 'fragmentos'!

DarkViolet said...

Talvez nem seja adquirido, apenas somente herditário. escolhas por fazer ou já feitas...Saber a génese ou deixar escorrer...A evolução e a malvadez podem não andar juntos. Pode ser apenas uma criaçao..

Miosotis said...

Talvez... 'Dark_'!

Podem, efectivamente, mas nos últimos tempos, andam demasidamente juntos: a evolução e a malvadez :(

Continuo 'filha' de Rousseau!

Sensibilizada pela atenta contra-resposta!