Monday, December 20, 2010

Em tempos de soltas paisagens




serie Elogio de la Escrita
Juan Bautista Morán
O murmúrio das gotas de chuva saltitando nas vidraças fazem de volta estas noites invernosas, atravessando tempos de Natal. 

O outono adentrou-se abruptamente e o inverno surgiu! Este impõe-se com um autoritarismo desmesurado, deixando paisagens inóspitas nos olhos ainda cheios dos finais de tarde em que a luminosidade bailava em subjectivas formas de poesia. 

Quando se percorrem dias de sol acariciador, apesar de freso, num grito de vida, recuamos e dizemos Não! - aos brumosos dias de chuva, às frias noites que desconfortam nossa alma e nos perseguem e escorraçam das ruas tingidas pelas luzes dos faróis. 

Carros salpicam de gotas enlameadas os nossos pensamentos já pouco coloridos que se enchem de névoas esparsas. Ventos de um inverno sem limite despojam-se na cidade



serie Manuscrito del horizonte
Juan Bautista Morán

A súbita realidade! Nem o doce quebranto da interioridade nos afaga em fragmentos de emoção!  Inadequação em horas de fraternidade.

E a noite instala-se. Chuva solta nos vidros da janela. Apagam-se as luzes. Ponho estas reflexões no prato da imaginação e a sua voz apazigua as paredes da alma em um tempo discordante das paisagens intimistas.

O silêncio e a poesia por companheiros, numa música de fundo sem acordes.

"o tempo, subitamente solto pelas ruas e pelos dias,
como a onda de uma tempestade a arrastar o mundo,"

José Luís Peixoto, poesia


Miosótis (pseudónimo)

30.10.10
Copyright © 2010-fragmentosdanoitecomflores blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com®

Licença Creative Commons


7 comments:

Je Vois la Vie en Vert said...

O tempo que se senta lá fora traz sempre consequência na nossa vida e no nosso psíquico.
Desejo-te um Feliz Natal e um ano 2011 cheio de AMOR, SAÚDE, PAZ, HARMONIA E MUITO SUCESSO.
Beijinhos
Verdinha

Nilson Barcelli said...

Querida amiga, desejo-te um Natal muito feliz.
Beijos.

Virgínia do Carmo said...

Miosótis, hoje o sol voltou, talvez para nos amornecer os olhos e os sentidos já cansados deste frio que nos desconforta. Talvez para nos lembrar que o Natal é sempre luminoso!...

Votos de um resto de dia feliz e que o ano que se aproxima seja de bençãos e momentos felizes!

Deixo um terno beijinho, a minha amizade e a minha admiração!

Nilson Barcelli said...

Esqueci-me de referir que gostei do texto. Fizeste uma boa escolha.
Miosotis, querida amiga, desejo-te um 2011 cheio só de coisas muito boas.
Beijos.

Miosotis said...

... pois isso é consequência para alguns! O inverno por demasiado rigoroso, acaba sempre por fazer alguns estragos...

Foi muito bom revê-la por aqui 'verdinha'!

Retribui no seu espaço os votos amistosos que aqui repito!
Feliz Ano 2011!

Um beijo,

Miosotis said...

... oh! Fico sensibilizada, querido amigo Nilson, que tenhas voltado para fazer alusão ao meu 'fragmento dias de inverno' :)
Já me tinhas deixado teus votos amistosos.

Feliz Ano 2011!
Um beijo,

Miosotis said...

... e por coincidência, hoje o sol voltou de novo, querida Virgínia! E os nossos olhos e sentidos tristonhos de tanta água transbordante, brilharam como se fossemos crianças!

Retribuo com muito carinho os votos aqui deixados! Que o Ano 2011 seja recheado de momentos muito felizes, também para ti!

Boa semana... que se espera um pouco mais luminosa!

Um beijo afectuoso,