Thursday, December 22, 2005

Imaginários


As lendas, mitos, e outras histórias têm povoado o imaginário dos povos ao longo dos séculos.


Não é por acaso que se transformam em magia. E assim (sobre)vivemos no nosso dia-a-dia, neste sem graça nem encantamento.

É como criar uma floresta de enganos, onde entramos como refúgio e saímos com novas forças para a batalha final!

texto: Miosótis (original)

(revendo parte da saga "Senhor dos Anéis")

Não me creio pagã ou cristã. O Homem quando começou a sua existência não se dividia por religiões. 

Sou, existo enquanto passo, fruo quando vejo e sinto, aspiro cada pedaço de Universo e respiro a brisa que me energiza. 


Ligo-me a ritos e magias intimistas, neste contacto frequente, e sobrevivo a cada instante.

(comentário de minha autoria, deixado no blog de meu unico leitor)




Miosótis (pseudónimo)


fragmentos da noite com flores

22.12.2005
Copyright ©2005-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com®

Licença Creative Commons

14 comments:

Pagan said...

És uma pessoa linda que muito admiro (não me perguntes porquê). Gosto da maneira como te expressas, seja com as tuas palavras, seja escolhendo cuidadosamente palavras proferidas por outros. Agora, o carinho e o respeito que sinto por ti, levam-me a colocar-te uma questão: A minha presença inibe-te mesmo, preferes que eu coloque um pouco de distância entre nós?

miosotis said...

É verdade o q sinto, mas vou devagarinho tentar esquecer essa inibição... embora ela faça parte integrante de meu ser! Não precisas colocar distância entre nós, afinal ela já existe... só comunicamos por palavras escritas! Volta sempre, como prometeste! Gosto mt de promessas cumpridas!! São rituais e fazem parte da magia!

Pagan said...

Raramente prometo, mas sempre cumpro as promessas que faço.

miosotis said...

Não fiques triste, não quero sentir-te amargurado. Tens sido uma companhia tão doce! Jamais te magoaria... bjs_ternos

Pagan said...

O que me amargurou foi a ideia de teres ficado ofendida e chocada com aquele post. Não foi para denegrir ninguém, mas somente tentar (como no original) dar uma ideia do "british absurd". Apaguei-o porque se tu o entendeste errado, outros também o podiam fazer. Tudo isto me causou uma enorme angústia. Apesar do que já falei e ainda mais do que eu sei, a tua presença no meu coração tornou-se muito importante e quero-te sempre ali. Beijos doces.

miosotis said...

Cada vez me espantas mais... pq "me" queres tão bem?! Mas sinto-me muito aconchegada com a tua "presença" e as tuas palavras.
Não sou fã do "britsh absurd" mas outras pessoas podem-no ser, q sei eu?! Não sigo mt os parâmetros morais de pensamento actual. Sou uma "outsider", há muito o sinto! Sei q não se agradecem sentimentos e emoções, não tenho palavras... bjs_ternos

Pagan said...

Eu admiro tanto o teatro como o humor britânico. São poucas as culturas que têm essas capacidade de se rirem de si mesmos e de exporem ao ridículo as suas fraquezas, mas as minhas afinidades pessoais e culturais nas ilhas, estão na Irlanda e não na Inglaterra.
Sobre a tua pergunta: pq te (sem aspas) te quero tão bem? Podia responder-te rapidamente, mas seria certamente um clichet e eu detesto clichets. Assim, terás de o descobrir por ti mesma.Mas vou ajudar-te nisso com algumas dicas. 1ª Tirando o que Escrevo no Pagan, tudo o que faço aqui nos blogs podem te ajudar a encontrar a resposta.
2ª Olha para dentro de ti.
Beijos muito doces, ternos e especiais. Uma linda noite de Natal para ti e a tua família.

miosotis said...

Já olhei dd q vieste ao meu encontro aqui nos meus cantinhos... melhor, senti... mal escreveste o primeiro comentário. Lamento q tenhas desistido do amor, fico mais só!
Para ti também, beijos muito doces ternos especiais. Estaremos bem próximos, nesta noite de Natal!

Pagan said...

Paraces que esqueceste uma das primeiras coisas que te falei: "Nunca mais estarás só". Eu não desisti de amar, desisti foi de esperar por aquele amor perfeito e incondicional que sempre sonhei. Penso que nasci para amar e não para ser amado,pelo menos é isso que aminha história tem revelado. Beijosmuito especiais

miosotis said...

Não esqueci não, mas receio q te evadas, do mm modo q (re)apareceste. Tu próprio afirmaste q partes sp que uma novo ser te prende a atenção ou curiosidade e te pareça suficientemente bonito. Sei que és assim! Vejo tb isso pelos comentários q recebes. E isso é um dos lados da tua personalidade q tenho alguma dificuldade em aceitar. A fidelidade para mim, ñ passa por aí, É inteira! Por isso, tal como tu, tb eu desisti de encontrar aquele amor perfeito e incondicional q ñ olha p'ra trás ou qq outro lado pq se sente mm preenchido e cabalmente realizado num unico Ser.
De qq modo, pelos momentos q me tens dedicado, pelas palavras doces q me tens escrito, pela tua sensiblidade q toca de tão pertinho a minha, eternamente agradecida. bjs_ternos

Pagan said...

Lamento que penses assim de mim. Mas quem sabe... talvez seja até pelo melhor. Enquanto não me afastares estaqrei sempre por perto, a tentar transmitir-te o carinho que me atrevo, mesmo que o aches suspeito.Beijos doces.

miosotis said...

Nunca achei teu carinho suspeito, senti-o como algo de mt doce e imprescindível
na minha vida. Tb nunca te afastei... penso q essa atitude é a tua. Magoa-me a tua ausência. bjs_ternos

Pagan said...

Estou sempre aqui, o mais perto que posso.

Pagan said...

Por vezes forço-me a ficar um pouco longe, mas só para não parecer sufocante. Quero que gostes da minha presença, tanto quanto gosto da tua. E podes crer que eu sinto quando não estás. Beijos doces