Tuesday, October 05, 2010

Um livro, um filme: Comer Orar Amar





Eat Pray Love, 2010




Julia Roberts/ Eat Pray Love
http://www.imdb.com/

Já está nas salas comerciais, mas não fui ver, ainda. Espero não perder! Não é à toa que gosto de Julia Roberts. Independentemente de ser uma mulher bonita, ela sabe ter carisma, e é detentora de uma carreira cinematográfica remarcável. Entre várias interpretações, destaco o filme, também de carácter autobiográfico, Erin Brockovich. Deu-lhe o 'Oscar de Melhor Interpretação Feminina'. Um filme fabuloso. Recomendo.





Eat, Pray, Love
François Duhamel/AP
http://www.imdb.com/

Acompanha-a Javier Bardem, um actor que prima sempre pela qualidade das suas interpretações. Inolvidável o primeiro filme que vi com o actor Mar Adentro de Alejandro Amenábar.







Julia Roberts & Javier Bardem | Eat Pray Love
http://www.imdb.com/

Comer Orar Amar, realizado por Ryan Murphy, é baseado no livro Comer Orar Amar de Elisabeth Gilbert.

Li o livro em tempos soltos, na época de praia. Gosto de leituras mais despretensiosas em tempo de lazer, sobretudo no verão. 

E comecei a lê-lo por abordar a temática yoga. Sabia também  que Julia Roberts interpretava a personagem Liz Gilbert. Tenho referido que gosto de filmes que partam das possíveis leituras de um romance.





Comer Orar Amar
Elizabeth Gilbert

Fui em busca nas livrarias desta obra de Elizabeth Gilbert, escritora que me era completamente desconhecida. E fiquei atónita com o número de edições. 

Além do mais, na capa podia ler-se 'Recomendado pelo Oprah Book Club'! Hesitei! Afinal, não sou nada fã de 'clubites' e muito menos de clubites de livros! 

Repensei! Peguei no livro, sentei-me, numa das mesinhas do agradável espaço livreiro, pedi um café que acompanhei saboreando um mini bombom. Hum! Duas coisas que vão lindamente! E fui lendo alguns excertos, lentamente, ao ritmo do saborear o café.






Bom! Acabei por comprar e li, claro, cruzando com outras leituras como é meu hábito.

Um romance autobiográfico! Aprecio este género! Uma mulher que atravessa momentos difíceis até conseguir reencontrar-se. 

Para isso, acha por bem afastar-se da sua vida quotidiana, e percorrer vários países, experienciar diferentes caminhos até se reencontrar... e reencontrar o amor. Ideal, mas nem sempre possível!





Julia Roberts/ Eat Pray Love


A parte dois - da espiritualidade - foi a que mais me atraiu no livro. Foi no entanto, tratada com alguma leveza no filme. 

Para sentir um pouco o lado autêntico desta experiência autobiográfica, Julia Roberts levou  sério esta sua incursão espiritual no filme, e foi mais longe. Encontrou-se com o guru do ashram onde a segunda parte do filme decorre.







Julia Roberts e Swami Dharmdev | AP file

Better Days que ouviram durante o vídeo é um dos temas que mais aprecio. Interpretado por Eddie Vedder, o vocalista dos Pearl Jam. Uma  excelente banda sonora.

Já ouvi belíssimas referências! Banda sonora, paisagens e claro, interpretação dos dois actores.

Talvez consiga vê-lo hoje, já que é feriado!

Miosótis (pseudónimo)


fragmentos da noite com flores
05.10.10
Copyright ©2010-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com®

12 comments:

heretico said...

sedutoras. as tuas sugestões...

beijos

Miosotis said...

... muito atento, sempre afectuoso 'almost a guardian angel'...

Beijos 'Herético'

Virgínia do Carmo said...

Também não quero perder este filme! Confesso que tenho o livro há muito tempo, foi-me sugerido e comprei-o muito antes de saber que viria a dar origem a um filme que se adivinha fantástico... Não o li apenas porque fui colocando outros à frente deste...
Já agora, admiro muito a Julia Roberts, e concordo com tudo o que a Miosótis disse dela!

Beijinhos :)

Mateso said...

A sugestão é aliciante e mais o é na medida que Julia Roberts faz parte "daquelas actrizes" que o tempo não envelhece mas amadurece.
Bj.

Susaninha said...

SORRI...
Não podia estar mais de acordo...
Já vi o filme e ADOREI...
Agora vou ler o livro...
Encheu-me o CORAÇÃO...

SUUUUrrisinhos:)

Miosotis said...

... já fui ver, 'Virginia do Carmo'! Abstenho-me de tecer considerações maiores... prefiro que veja e depois sim, poderemos trocar impressões. Não quero cortar sua expectativa!

Quanto a Julia Roberts, linda com sempre, mas...

A adaptação não está longe do livro. Imagens fabulosas, banda sonora excelente!
A parte da 'visão espiritual'... também no livro não é profunda.

Fico então a aguardar!
Um beijo,

Miosotis said...

... sim, é uma sugestão que não deves perder, 'Mateso'! Há muita coisa a ver, a sentir...

E Julia Roberts amadureceu sim, mas continua linda! Esta interpretação, no entanto, não sei se é excelente...
Gostaria que fosse ver e depois sim, trocássemos opiniões!

Não sabes como fiquei feliz de te 'rever' em 'fragmentos'! Há tanto tempo!!

Um beijo muito amistoso,

Miosotis said...

Olá 'Susaninha'!

Sim, é um filme diferente, talvez, pela imagética e pelos sentires que vai despertando...

O livro, acho que vais gostar :)

Foi um prazer ter teu olhar aqui! Espero voltar a ler-te!

Beijinho**

DarkViolet said...

O livro, o filme, as letras, as personagens... tudo se mistura na mente até serem absorvidas perante a essência. Deste que o Ser se identifique e se sinta sereno, a tranquilidade do fluxo segue

Miosotis said...

sim, Dark_ a essência das coisas se mistura na essência do sentir. E o ser se identifica com o que lhe traz serenidade na partitura da vida!

Tão bom reler-te!

JE VOIS LA VIE EN VERT said...

Olá Miosotis,
Já fui ver o filme e saí de lá com um sorriso nos lábios. Sempre gostei da Júlia Roberts. É uma actriz fabulosa, interpreta qualquer papel e me decepcionou.
Beijinhos
Verdinha

Miosotis said...

... Acredito 'Verdinha'! Sai-se muito bem :)

Sim, também adoro Julia Roberts! Embora considere que a sua interpretação, neste filme, não é fabulosa!Talvez eu própria esperasse mais! Afinal, foi Julia Roberts que me levou a ler o livro. Mas gostei!
E as paisagens são lindas!

Um beijo,