Thursday, July 13, 2006

Emoções: as flores de Bach





Flores de Bach
http://www.biocyber.com.mx

"Se llaman flores de Bach a serie de 38 essencias naturales extraidas de flores silvestres de la région de Gales en la Gran Bretaña, cuyas propriedades curativas fueran descubiertas por el médico galés Edward Bach entre los años 1923 a 1946. A esta serie de remedios son usados en la Terapia de las emociones." (...)

flores de Bach

Movia-me a curiosidade! Estariam estas flores associadas ao compositor?

E o que encontrei foram perfumes de flores silvestres! Em número de trinta oito essências, segu
ndo Edward Bach (1886-1936), médico, bacteriólogo, homeópata e investigador, que encontrou a terapia baseada em remédios florais.

Veio-me então ao pensamento a frase de uma lenda ligada a Isabel, rainha de Portugal, mulher do rei português D. Dinis: - São flores, senhor...

Minh'alma ficou presa nas paisagens interiores e no afago suavizado das pétalas que libertam serenidade.

Aspergi meus sentimentos translúcidos, tranquilizei um pouco meus desassossegos!


Quanta magia se desprenderá desta terapia de essências das flores de Bach? 

Fragrâncias remisturadas de aromas e sentires, flutuando na brisa sedutora das emoções.

E que momentos de bem estar intimista poderão despertar? Segredos...

Miosótis (pseudónimo)

fragmentos da noite com flores, voz de Enya, If I could be where you are, Warner Music UK ltd, 2005


13.07.2006
Copyright ©2006-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com® 

Licença Creative Commons

14 comments:

GNM said...

É interessante a curiosidade!
Por vezes também me assolam laivos
de curiosidade quase infantil...

Segredos, sim...

Sorrisos para ti!

EROS said...

Conservemos em nós para sempre a curiosidade… a vontade de ver mais além, só assim seremos senhores da verdade… senhores de parte da verdade, porque na qualidade de simples mortais ao aspirarmos à totalidade da verdade entramos no domínio dos deuses e isso é simplesmente impossível… não é?
Beijinhos!

Paulo said...

Olá Miosotis!

Humm as flores sempre nos reservam belas supresas.
Gosto de flores, dos seus perfumes e tb ouço um pouco de Enya, rs...

Ótimo fim de semana

bjos

miosotis said...

Para mim, curiosidade só tem sentido no conhecimento, Gonçalo! E neste caso, e só neste caso, curiosidade é sinónimo de sabedoria!

Segredos... e sorrisos!

Nota - Já encontraste um título para o teu novo livro?

miosotis said...

É assim q eu vejo e uso a curiosidade... como meio de ir mais além no conhecimento!

Nunca pretendi chegar à totalidade da verdade, sou uma simples mortal!
O domínio dos deuses, a eles pertence, Eros!

Q bom ver teu olhar de novo por aqui!

bjs

miosotis said...

Paulo, vejo q te sentes feliz, já q deixas rsrs... é bom!

As flores, para além dos segredos q encerram, neste caso ligados à florterapia, deixam-nos fruir de perfumes q nos aproximam de pessoas ou factos q definitivamente ficaram/ficam na nossa memória sensitiva!

Enya é um pássaro cantante de som cristalino e doce!

Optimo f-s para ti tb!

bjs

Angel of Obscurity said...

hhmm, que delicado e fantastico perfume emado por estas flores, que fazem parte deste teu recanto.. :)

Gostei muito!

Beijo terno de Angel**

José Manuel Dias said...

Interessante....

Francis said...

Boa tarde!

miosotis said...

Bem-vindo "Angel", ao meu espaço de alguns sentires. Penso q é a primeira vez q deixas teu olhar!

Mt sensiblizada pela ternura das tuas palavras. Palavras de anjo, doces!!

bjs de miosotis

miosotis said...

Bem-vindo José Manuel, ao meu espaço de alguns sentires.

Mt sensiblizada por teu olhar!

Eu fiquei agradavelmente surpreendida com esta "descoberta"! Gosto sp de aprender...
E a florterapia encanta-me pelos aromas!

bjs

miosotis said...

"Coleccionador", boa-noite!
Bem-vindo ao meu espaço de alguns sentires!
Penso que vens por bem!

Almas ñ são 'coleccionáveis', mas já deixei meu sentir em teu espaço!

padeirinha said...

Pétalas macias e soltas...repousa só de olhar. E muito mais quando oferecidas em «mãos abertas».

miosotis said...

Mt sensível teu olhar 'padeirita'!
E doce, como só estas pétalas oferecidas 'em mãos abertas'!

Tb me tocou imensamente o 'gesto', daí tê-lo associado à lenda de uma rainha q costumava bondosamente oferecer amor fraterno aos seus súbditos carenciados de tudo.

E o meu olhar, tal como o teu, repousou!!