Sunday, June 26, 2016

Domingo é dia de sol






Domingo é dia de preguiça gostosa, de um jeitinho de fazer nada, fazendo alguma coisa. Menina de novo, invento lazeres ao ar livre, fruindo do Verão acabadinho de chegar. 

Poderia escrever sobre o solstício de Verão que trouxe consigo a 'strawberry moon' que este ano coincidiu com o solstício de verão, facto que só voltará a acontecer em 2062.

A 'lua de morango' ou 'Strawberry moon' é o nome comum dado à Lua Cheia de Junho por algumas tribos da América do Norte. É uma lua cheia igual a todas as outras, mas segundo essas tribos, marca o início da época em que a fruta está pronta para ser colhida.

Mas, apetece-me escrever coisas simples. Como esta época de verão. Minha paixão. A estação do Sol, a época das frutas coloridas, gostosas. Saciantes.

Praia, calor, flores, fruta. Ar livre. Noites de lua cálida, bem vistosa. Quanto bem estar. Estou em sintonia com a natureza.

Dia de família, de risos escapando nas arestas do ar quente. Dia de leveza, até nas palavras que se soltam do teclado. 


O dia amanheceu sorrindo. Ao abrir a janela, recebo nos olhos a luz da manhã, deixo que ela se instale.

Aqui ao sol que irrompe, cedo com alegria. E a cada passo que dou, novas surpresas. Ando encontrando coisas lindas, flores de delicadeza. Saúde, paz.

Pequeno almoço, no final da manhã preguiçosa. Na varanda que já não é muito grande. E que se vai tornando mais estreita com o alvorecer dos pelargónios e da trepadeira que inventa espaço para se encher de flores rosa-bombom. E que o sol intenso faz virar rosa-pálido. 

Verão! Ah! Finalmente chegou, Tempo quente. Dia de juntar as mãos em preces. Agradeço ao universo por este sol lindo. Tanta chance à vida.


Preciso genuinamente de aproveitar estes dias que se alongam na luminosidade do sol. Intenso. Preciso aproveitar. Apenas. Com alegria, tranquilidade. 

De sentir a passada das horas, dos minutos que se acotovelam e galgam e se fazem ouvir. Quero reter a estação que me faz sentir mais solta. Alma mais serena. Rumo ao mar.

Preciso de saber que não faço nada, além de sentir o ardor do sol. Abunda a esperança. Soltam-se mais naturalmente lindos sorrisos. O verão assinala o despontar de novos horizontes.

Verão és tão bem vindo! Por favor! Demora-te. Muito. 

Passo a passo
pelas montanhas de verão -
subitamente o mar!

Kobayashi Issa, Haiku Uma Antologia

Miosótis (pseudónimo)

26.06.2016
Copyright ©2016-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com®


2 comments:

Mar Arável said...

Os sonhos também são relidades

Lune Fragmentos da noite com flores said...

Por vezes, 'Mar Arável'... por vezes.

(em falta de visitas :-( muito brevemente vou admirar seus belos poemas.