Saturday, June 04, 2011

Os Poetas








Sob poema de Mário Cesariny (voz do autor) Rodrigo Leão musicou. Faz parte de um trabalhado intitulado "Os Poetas: Entre nós as palavras".

E fiquei-me suspensa na tranquilidade das imagens que se vão percorrendo. Mote para descrever alguns estados de alma que me têm absorvido a voz.

Entre nós e as palavras existe um espanto feito de silêncios. Como quem ora na ausência das sonoridades! Apenas a contemplação.

Mas o que torna precioso é sensação que as palavras se perdem, tal como a voz do poeta se desvanece na acalmia das imagens.

'Queria de ti um país de bondade e ternura'... verso que nos dá a inteira dimensão da alma.

E com o olhar na mais bela distância possível que a música nos convoca. E as palavras, no que ao corpo e ao desejo diz respeito, reforçam a elegia! O silêncio. 

Miosótis (pseudónimo)

04.06.2011

Copyright ©2011-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com


10 comments:

Virgínia do Carmo said...

Muito belo!

obrigada pela partilha!

Beijinhos, Miosótis

Miosotis said...

... ainda agora agradeci tua presença sempre afectuosa e atenta, Virgínia!

És das poucas pessoas que visitam o 'meu reduto' mais intimista...

Beijinhos,

heretico said...

sabes quanto admiro as tuas escolhas e a inteligência a sensabilidade da tua escrita.

e o gosto que tenho na tua presença amiga...

beijos

Daniel Aladiah said...

Extremamente belo! As energias iguais atraiem-se...
Um beijo
Daniel

DarkViolet said...

Quando as palavras passam da escrita para a voz ganha uma metamorfose tão grande que se perde numa nova energia, num recomeço que faz habitar novas sensações.

Miguel Gomes said...

E de silêncio continuo a verberar as minhas palavras.

Miosotis said...

... bem saber, não sabia, 'Herético'!
Mas a tua presença, neste espaço, matém-se ao longo dos anos. E isso sensibiliza-me, muito!

Um beijo
( o gosto que tenho na tua presença amiga'... é partilhado.)

Miosotis said...

... sim, as palavras escritas têm uma densidade diferente. Permacem. Na voz, metamorfoseiam-se e dão lugar a outras paisagens. Concordo.

Gosto dos dois canais de transmissão! Ocupam espaços diferentes em cada um de nós...

Foi bom reler-te por aqui, 'Dark_'!
Tanto tempo... é certo que escrevo menos.

Miosotis said...

Peço desculpa, Daniel :(
Costumo responder por ordem, mas abri mal a janela e 'saltei' sem querer...

Uma divagação que deixei escorrer pelos dedos, como quem pensa.

As boas energiasm sim, atraem-se!

Um beijo afectuoso,

Miosotis said...

... és um pouco omo eu, Miguel! Gostas de escrever no silêncio da noite!
E 'de silêncios'... vamos preenchendo as palavras.