Saturday, February 12, 2011

World Press Photo 2010

 
 
 
 Bibi Aisha
Foto: Jodi Beiber

A repórter fotográfica sul-africana Jodi Beiber venceu o grande prémio do concurso internacional World Press Photo 2010, hoje dia 11 Fevereiro 2011 com este retrato de uma jovem mulher afegã, mutilada no nariz.
 

A fotografia fez a capa da revista Time em 01 de Agosto 2010 revelou uma jovem afegã de 18 anos, Bibi Aisha, a quem o marido cortou o nariz e as orelhas por ela ter voltado para a família acusando-o de maus tratos. 

A capa perturbadora da Time provocou o desconforto que nos chega de uma realidade, à qual regra geral, não temos muito acesso.

Confesso que esta foto me chocou profundamente! E saber o motivo da mutilação encandesceu mais essa mágoa!

Mas a dignidade do olhar de Bibi Aisha, casada aos catorze anos, e mutilada antes de atingir os dezoito anos, é tão forte que me faz sentir orgulho de ser mulher!

A jovem Bibi Aisha decidiu dar o 'rosto' em oposição a actos bárbaros. Ela é o rosto da coragem!
A fotógrafa Jodie Beiber, num vídeo da Time, dá o seu testemunho...



Às dores inventadas
Prefere as reais.
Doem muito menos
Ou então muito mais.
Alexandre O'Neill, Dores, No Reino da Dinamarca*

Miosótis (pseudónimo)
 
fragmentos da noite em jeito de homenagem à Bibi Aisha e a Jodie Beiber
12.02.2011

Copyright ©2011-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com®


* Alexandre O'Neill, Dores, Reino da Dinamarca
in Casa Fernando Pessoa, Banco de Poesia

6 comments:

Daniel Aladiah said...

Querida Miosótis
Uma pessoa não quer ser violenta, mas há situações em que apetece.
Um beijo
Daniel

heretico said...

os "infernos" somos nós! o "Horrivel" em seu explendor. trágico!

beijo

Miosotis said...

... é um momento de intrínseca raiva a que nos percorre! Mas o olhar desta menina mulher é bem mais nobre!

Um beijo querido Daniel

Miosotis said...

... sim, 'os infernos' somos nós Humanidade :(
E, no entanto, o olhar de Bibi Aisha não é de rancor... alma nobre!

Um beijo, 'Herético'

Virgínia do Carmo said...

Não há palavras suficientemente duras para classificar este acto... simplesmente indizível a dimensão desta crueldade...

Um doído abraço, Miosótis...

Miosotis said...

... um rosto de menina-mulher que nos deixa suspensos! Quanta nobreza no olhar de Bibi!

A fotógrafa conseguiu captar a sua essência!

Um abraço bem afectuoso, Virgínia!