Sunday, January 18, 2009

Andrew Wyeth





Andrew Wyeth

"I played alone, and wandered a great deal over the hills, painting watercolors that literally exploded, slapdash over my pages, and drew in pencil or pen and ink in a wild and undisciplined manner"

Andrew Wyeth





The wind from the sea, 1947

Morreu no dia 16 de Janeiro 2009, Andrew Newell Wyeth, pintor do Realismo americano, e um dos mais célebres do século XX. Ficou conhecido como o "pintor do povo".


The Blue Door


Christinas-world




Miosótis (pseudónimo)

fragmentos da noite, imagens cativantes da arte de Wyeth, sonoridades de blues, Eric Clapton & Sheryl Crow...

25.01.2009
Copyright ©2009-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com®

Licença Creative Commons

12 comments:

heretico said...

imagens cativantes. de teus "mundos".

beijo

poetaeusou . . . said...

*
tentei documentar-me com,
Andrew Newell Wyeth,
não conhecia, é no minimo
impressionante . . .
,
embora o povo americano
seja abstracto, no meu opinar,
sente-se Povo, nas telas e
nos pensamentos de Andre Wyeth,
sentida homenagem, a tua,
,
conchinhos de luz, deixo,
,
*

DarkViolet said...

Tons Outonais, retalhado com pedaços de solidão. Essa solidão é pintada com cores de ternura, fragmentando o movimento para colher os enigmas silenciosos do tempo

Daniel Aladiah said...

Inverno da vida e do tempo, deixando memórias que outros podem olhar...
Um beijo
Daniel

Oliver Pickwick said...

Conheço alguns trabalhos deste artista. É uma grande perda para o mundo da cultura.
Depois de uma pausa, estou de volta.
Um beijo e feliz 2009!

Metamorfose said...

Fantásticas obras vindas de uma sensibilidade fora de comum, grande perda para o mundo das artes.

Beijo

Miosotis said...

... também 'Herético'!

Pela atenção e amizade, sensibilizada!

Um beijo

Miosotis said...

Olá 'Poeta',

Os teus versos sobre Wyeth, eu adorei!

A sua arte de tela é profundamente 'naïf' cativante, campestre, retratando um país que dificilmente mostra esta faceta.

Sensibilizada pelo olhar em 'fragmentos'!

Um beijo,

Miosotis said...

...concordo Dark_!

Arte de poisar a solidão nos pedaços de tela, ao ritmo intimista, fragmentado do[s] tempo[s]...

Pelo olhar acolhedor, sensibilizada!

Miosotis said...

... não pude sentir nas telas que olhei, o Inverno da vida, 'Daniel'.

Vi sim, nos tons quentes de fim de tarde, talvez, um Outono que se esvai por entre os dedos...

Foi com alegria que vi de novo teu olhar em 'fragmentos'! Há muito não passavas por aqui! Sensibilizada!

Um beijo,

Miosotis said...

... eu pouco conhecia, 'Pick'! E fiquei fascinada ao descobrir mais da sua arte!

O contraposto entre Wyeth e Pollock, só um exemplo, é profundo!

É bom saber-te de volta! Sensibilizada pelo olhar atento!

Um beijo e feliz 2009 também!

Miosotis said...

... sem dúvida, 'Metamorfose'! A arte de Wyeth em pleno séc. XXI não tem nada a ver com o que nos chega dos Estados Unidos.

Mas este é 'coração' deste país! Daí eu considerar que o ´blues' seria a música que melhor enquadraria estas imagens!

Pelo olhar em 'fragmentos', sensibilizada!