Wednesday, September 10, 2008

Memória : 11 Setembro 2001






AP Photo/Mark Lennihan
Memorial 11.09.2008
http://cdn.theatlantic.com/





AP Photo/National September 11 Memorial & Museum, 
Squared Design Lab
http://images.huffingtonpost.com/





REUTERS/Shannon Stapleton (United States)
www.news.yahoo.com/



"A borboleta continuará a pairar sobre o campo e as gotas de orvalho ainda brilharão sobre a relva quando as pirâmides do Egipto estiverem destruídas e não mais existirem os arranha-céus de Nova York."

Gibran Kahlil (1883-1931)

tributo emocionado por todos os que partiram.

Miosótis (pseudónimo)

fragmentos da noite com flores

11.09.2008
Copyright ©2008-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com® 



18 comments:

heretico said...

associo-me a sensível homenagem ... em memória de todos os "11 de Setembro". que são vários. alguns "esquecidos". apesar de tão próximos...

beijo

Miosotis said...

... sim, a memória dos Homens tende a diminuir, se não a emudecer :(

Mas os seres sensíveis não esquecem!

Um beijo

em azul said...

merecida homenagem... e tantos acontecimentos há quem nem nos chegam aos ouvidos...

um abraço
em azul

Multiolhares said...

os homens teimam em se destruir,
estou solidadria com o teu poste, com os que partiram

Mateso said...

A memória enriqece-se ou avilta-se de acordo com as vontades.
Mas há sempre um alguém, para quem a mágoa é um recordar respirado.
Bj.

RESSACA ® said...

Pedindo antecipadas desculpas pela “invasão” e alguma usurpação de espaço, gostaríamos de deixar o convite para uma visita a este Espaço que irá agitar as águas da Passividade Portuguesa...

Miosotis said...

... concordo, 'em azul'!
Ao menos lembremos aqueles que chegaram ao nosso conhecimento! E este da forma mais dramática... em directo :(

Sensibilizada pelo olhar azul em 'fragmentos'!

Abraço,

Miosotis said...

... é uma verdade incontestável, 'multiolhares', e que não dá para entender, partindo de seres que utilizam a inteligência!

Afinal, os animais preservam-se e protegem os seus, apenas por instinto!

Sensibilizada pelo olhar fraterno em 'fragmentos'!

Miosotis said...

Se reflectirmos um pouco sobre a tese de Jan Assmann (abre a minha
última 'postagem'), a memória colectiva detém-se no que fica escrito!

Embora possa ser contestada, há nela um certo fundo de verdade, o que não é 'saudável' para a Humanidade!

Daí que seres mais atentos não possam deixar de relembrar os horrores que outros seres sofreram :(

Sensibilizada pelo teu olhar amistoso!

Um beijo,

Miosotis said...

... assim farei, 'ressaca'!

De qualquer modo, é suposto não deixar 'publicidade' nos espaços dos outros... é uma questão de respeito, pese embora o seu pedido de desculpas!

poetaeusou . . . said...

*
porquê e para quê ?
até quando pergunto-me ?
,
solidárias conchinhas,
deixo,
,
///

Miosotis said...

... as mesmas questões me coloco :(

sensibilizada pela olhar solidário, 'poeta'!

Abraço

Ricardo Galvão de Mello said...

linda homenagem! fotos muito bem escolhidas...

o 11 de setembro marca-me a mim e a toda a gente, por um ou mais motivos... perdi lá um amigo...

enfim, novamente vixito o teu blog e vejo que mantens aquele carisma!

parabens

qundo puderes, dá um pulo ao meu cantinho.

bjinho

Oliver Pickwick said...

Justa homenagem aos mortos. Eles não têm nenhuma culpa. Mas, quem semeia ventos, colhe tempestades.
Um beijo!

Å®t Øf £övë said...

Miosotis,
Recordas aqui um dia que nunca mais sairá da memória da humanidade.
Bjo.

Miosotis said...

Boa noite, Ricardo

Estive a repor as fotos que desapareceram com o tempo. Os links mudam e as referências perdem-se.

Só agora li o teu comentário. Lamento muito :(
Agradeço as palavras amistosas, o carinho da tua presença.

Espero reencontrar-te! Quereria agradecer-te, mesmo com quatro anos de atraso :(

Um beijo,

Miosotis said...

Olá Pick,

O que escrevi a Ricardo prolonga-se... lamento só hoje ler o teu comentário.

Apesar de tudo, condeno a morte de inocentes :(

Um beijo,

Miosotis said...

E para a ti também, querido 'Art'_

Sim, este dia ficará para sempre nos olhos de todos aqueles que assistiram ao horrendo massacre de tantos inocentes :(

Um beijo,