Saturday, October 28, 2006

Música na vida





Béjart Ballet Lausanne &The Tokyo Ballet 
Le Sacre du Printemps. 
photo: Kiyonori Hasegawa / The Tokyo Ballet ©

"Não impeças a música. Que música? Antes de mais a deste concerto que é a vida humana, onde temos obrigatoriamente de ocupar o nosso lugar, pequeno ou grande."

Paul Claudel Non Impedias Musica, Oeuvres Complètes XIX
Gallimard, 1868-1955]


É notório que o meu silêncio se tem prolongado por mais tempo do que desejaria.


Afazeres! Sim, talvez, o que tem de, em certo modo, coartado a minha natural disposição para deixar aqui alguns sentires.

Mas também um fechar d'alma.


Não sei se vai ser crescente ou se pelo contrário vou vencer esta corrente. Uma coisa acompanha este silêncio - a música!


Deixo-vos assim este pensamento de Paul Claudel

Miosotis (pseudónimo)

fragmentos da noite, banda sonora, The Last Samurai, Hans Zimmer,Warner Sunset Records, 2003

27.10.2006

Copyright ©2006-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com® 


29 comments:

Tiago said...

Tenho sentido a falta das tuas palavras, que sempre me sensibilizam, pela sua genuidade e delicadeza. Mas a vida é assim mesmo, nem sempre temos tempo para tudo, o importante é acompanha-la com a musica.

bjs e bom fds
Tiago

P.S ainda nao tive tempo para ver a Senhora da agua, mas quando vir deixo no teu post a minha opinião

Å®t_Øf_£övë said...

Miosotis,
Os blogs são para serem feitos aos nossos ritmos, porque acima de tudo estão cá para nos servirem, e não para se servirem de nós tornando-nos reféns deles. Por isso vai deixando aqui os teus sentires ao teu ritmo que nós vamos estando por cá para o acompanhar.
Bom fds.
Bjo.

Miosotis said...

Tiago, fui ao teu espaço para dizer qt me sensibilizas pelo olhar sp tão afectuoso aqui poisado... e ñ te 'encontrei'?!

Como lamento! Tb tu em fase difícil...
A vida tem gd 'saltos' q nos podem levar a desistir de coisas belas mt sentidas com genuidade e delicadeza.

Gostaria q voltasses sp aqui para poder saber um pouco de ti!

bjs de sincera amizade em tons de azul, deste azul supremo q hoje nos visita...

Miosotis said...

Art, sp tão afectuoso e 'fiel' ao meu sentir!

Sim, os blogs são apenas meros 'cadernos' de curtos apontamentos dos sentires [alguns] das nossas vidas!

E como 'pressentiste'... esta ñ é fase de escrever!

Mt sensibilizada pelo teu carinho, aqui deixo um beijo em tom deste azul tranquilo e sereno q hoje nos inunda o olhar

Spells said...

Dia após dia aqui vinha eu fazer a minha visita habitual... comecei a ficar preocupado, pensando que tinhas desistido de tudo o que se encontra neste harmonioso local... nesta minha visita fiquei contente por te encontrar de novo, mas tb algo triste pelo que estás a passar... a musica é sempre um dos mais dignos refugios... vou contar-te um segredo: sempre que me encontro em baixo, adoro pegar no meu carro e andar sem rumo ao som de belas melodias, faz-me sentir melhor e que nem tudo está perdido. Oxalá encontres na musica a harmonia necessária para voltares a seguir o teu rumo normal e a trazer-nos a alegria das tuas palavras...
Hj deixo-te aqui um beijinho com sabor a melodia e o desejo de uma linda semana.
Anima-te...

Miosotis said...

Nem sei como demonstrar o meu reconhecimento pelo carinhoso afecto aqui por ti poisado, 'spells'!

Tb utilizo esse 'segredo' q me confiaste...
A música é um enorme apoio, eu sei, eu sinto, mas...

Bjs em tons de azul noite aconchegante

Bitchoman said...

Olá Mio! Passei por aqui de corrida pq tb eu não tenho tido mto tempo...e também a alma se me fecha...gostei de te ler...os mais antigos também, mas este sobretudo por me ter identificado com ele neste momento...Beijos grandes!

Miosotis said...

Q bom voltar a ler teu olhar em meu espaço, Bitchoman!

Há ciclos de vida...

Se quiseres passar de vez em quando, ficarei mt sensibilizada.

bjs afectuosos

Louco de Lisboa said...

Olá menina...
É com muito gosto que venho aqui, e te recebo ali.
Falas de tempo, muitas vezes o tempo é ausente, muitas vezes somos ausentes no tempo, atravesso muitas vezes estes dois estados, principlmente o ultimo... mas desde que tenhamos consciencia dos nossos sentires é mais fácil, e a musica ajuda seja em todos os tempos.

Kiss, até outro instante criado por nós...

Friedrich said...

O meu silêncio por vezes também se manifesta contrario à minha vontade, talvez porque não nos queiramos ouvir, ou simplesmente porque não nos apeteça ouvir o que os outros tenham para dizer... No entanto, ficaremos sempre na expectativa da concordância, o que nem sempre acontece, por exigirmos demais de nós e sobretudo dos outros.

Deixo um beijo meu de agradecimento, por quebrares o teu silêncio

Tiago said...

ola novamente querida miosotis, reparei que paraste no meu espaço e como sempre deixaste por la esse teu perfume especial, esse olhar sempre atento e perspicaz. tenho andando um pouco sem vontade de escrever por isso tenho colocado poucos posts, nem sempre existe vontade, o estado dormente afecta-nos e nao conseguimos sair dele. Mas como tudo na vida o tempo tudo leva e melhores dias viram.

por isso deixo aqui um bjinho muito azul pelas tuas gentis palavras e bom ferido.

Tiago

Spells said...

Hoje passo apenas para deixar um humilde obrigado pelas tuas carinhosas palavras deixadas no meu simples cantinho... Um beijinho de bons sonhos e bom resto de semana.

nc

Tacitus said...

Confesso que não sou grande apreciador de bailados. Excepto quando os mesmos decorrem em espaços exteriores belissimos e se misturam com as tonalidades da natureza. Mas esta banda sonora é um mimo para os sentidos, com bailado ou sem ele. Bom fds.

Guilherme Roesler said...

Miosotis , muito interessante esta visão de Claudel. Gostei bastante. Muito obrgadopelo comentario no gc. Abraços, Guilherme

Miosotis said...

Concordo 'louco de lisboa'... o importante é termos consciência de nossos sentires! E exprimi-los no momento/tempo próprio.

A musica é tanto na vida!

Mt sensibilizada pelo olhar aqui poisado.

bjs

Miosotis said...

Mt sensibilizada por ver teu olhar de novo poisado em meu espaço, friedrich!

Sim, por vezes exigimos mt de nós...

Foi com mt prazer q visitei teu espaço! E gosto de lá voltar!

bjs

Cris said...

Por vezes é preciso parar, ouvir-nos, e deixar o silêncio de nós mesmos ouvir os outros. E silêncio é música quando assim o desejamos.

Um bjo

Cris

MiguelGomes said...

Não demores muito... As tuas letras fazem falta...

Fica bem,
Miguel

Miosotis said...

Mt sensibilizada pelo teu afectuoso comentário, Tiago! És sp mt carinhoso!

Compreendo o teu estado d'alma... tb ando numa fase de mais silêncio!

Votos de um excelente f-s!
bjs em tom azul noite

Miosotis said...

Oh 'spells'... ñ tens q agradecer!

Tudo o q deixo poisado nos espaços de amigos é pq sinto!
E gosto mt de ler teus 'posts'... sp tão sensíveis!

bons sonhos para ti nesta noite serena

bjs afectuosos

Miosotis said...

Eu adoro dança contemporânea, Tacitus!

E qd integrada em espaços estéticos plenos de beleza, ainda mais!
Mas o bailado contemporâneo é já de si tão exuberante q parte quase sp de um cenário minimalista. Condiz!

Esta banda sonora preenche todos os meus sentires...

Mt sensibilizada pelo teu olhar afectuoso!

Bom f-s!

Miosotis said...

Eu tb gosto mt do texto de Claudel sobre música, Guilherme!

Aliás, é um autor q aprecio nas suas várias vertentes!

Mt sensibilizada pelo olhar poisado em meu espaço!

abrs e bom f-s!

Miosotis said...

Sem dúvida,Cris, por vezes precisamos parar para ouvir o silêncio! Silêncio é efectivamente música!

Qt aos outros... oiço-os sp.

Votos de um belo f-s!

bjs

Miosotis said...

Para Cris...
mt sensibilizada pelo teu afectuoso olhar!

Miosotis said...

Miguel, sensibilizaste-me tanto com teu afectuoso olhar!

Mt obrigada pelo doce 'incentivo'!

Votos de um excelente f-s!

CarpeDiemBeHappy said...

Olá,

A falta de tempo ou desmotivação por algum motivo é algo que nos acontece a todos, o importante é nós sabermos lidar com isto e conseguirmos conciliar tudo. Eu também me ando a queixar do mesmo...mas como gosto tanto de andar por aqui vou deixando as minhas marcas sempre que me seja possível.

Beijinhos

grooveadam said...

thanks for stopping by, i wish i could understand what you are saying

Miosotis said...

Welcome 'grooveadam'!
See you another time? Please do it!

Carmem Grinheiro said...

Olá, Miosótis.
É "também um fechar d'alma"... aqui o mote para um poema que viria a se estender por tantas palavras ;)
Acho que minha alma também se fecha, mas preferia que estivesse aberta, escancarada.

deixo-lhe um bj amg