Thursday, September 21, 2006

Dia Mundial da Paz




Flor de Lótus
Fotografia: Pornchai Kittiwongsakul/AFP
http://news.yahoo.com/photos


"- De qualquer modo se vai ser um grande caminho para a paz o de, pelo paciente esforço dos menos inteligentes ou pela fulgurante chegada dos mais inteligentes, se entender a História do mundo e por ela a nossa posição no dito mundo, e se vai a Paz consistir fundamentalmente em, pela clarificação geométrica da vida, voltarem ao Pai todos os seus filhos pródigos, a grande força de avanço, o grande motor deste passar dos povos não está verdadeiramente nos que se deslocam, mas nos que de alguma forma vão participando do movimento, para que não falte companhia aos que marcham, mas na realidade já há muito chegaram."

Agostinho da Silva, Idem, Ibiden, pág. 41


Miosótis (pseudónimo)
... porque ainda creio que a Paz vai um dia ser possível neste mundo conturbado e dolorido.

fragmentos da noite com uma singela luz tremular, mas convicta de espiritualidade, som Papillon, Secret Garden, Songs from a Secret Garden, Mercury Polygram Company, 1996

21.09.2006

Copyright ©2006-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com® 



15 comments:

Anonymous said...

Hesitei em comentar este post,tenho alguma dificuldade em exprimir o muito que sinto por alguém como Agostinho da Silva.
Li-o,lei-o,ouvio falar ,é alguém que nos enche a alma,a mim,inegavelmente!
Esta fotografia e este abrir sobre um mundo que é o seu pensamento está magnífico1
Ah!posso ser facciosa,admito,consigo partir daqui para o infinito,sorri,onde sempre se chega pensando mas muito também pelo sentir,digo eu...acredito!
A paz pode ser a
mais sublime das abstracções,a mais perfeita das formas de sentir o mundo e os outros,para mim é um caminho que se faz de sonho e vontade mas sobretudo de amor.
Consegui lembrar-me da voz,dos olhos,das mãos deste Homem...a paz é possível enquanto houver gente que pense e sinta e partilhe tudo isto com todos,principalmente com os mais cépticos.

É bom saber do teu olhar!
Nunca estamos sós neste caminho!
Foi muito bom vir aqui
Obrigada
um beijo
Isabel

Tiago said...

Paz, mas o que é a paz na sua essência?
podemos ir a definição:

estado de um país que não está em guerra;
tranquilidade pública;
cessação de hostilidades;
serenidade de espírito;
boa harmonia;
sossego;
conciliação;
concórdia;
união;
silêncio.

Será isto paz? Quem poderá dizer que está em paz?

Palavra proferida em discursos de ocasião, propaganda apelativa, palavra invocada com convicção, palavra proferida tantas vezes que se tornou uma ambição, uma utopia, algo inalcançável. palavra que pareçe distante e importante.
Mas, será que ela nao poderá começar em nós, bastando respeitar a liberdade de cada semelhante, de cada pessoa que nos atravessa no caminho. Eu sou livre, mas nao serei mais se respeitar a tua liberdade? e ai começar a verdadeira Paz.

bjs
tiago

Daniel Aladiah said...

Querida Miosótis
Acendo uma luz e mantenho a esperança.
Um beijo
Daniel

Imhotep said...

Paz... interior, o que tenho procurado por demais veredas e estepes de uma vida ora cruciforme, ora disforme em silhueta serpenteante. Procuro a paz em mim para que a possa partilhar com outrém, o silêncio das palavras tantas vezes usadas como florete arremetendo ao peito!

E, sem segredo, nem todos os teatros encerram as suas cortinas, os punhos erguidos e as superfícies cortantes ainda orladas de escarlate. Calei. Por vezes não dizer nada é a mais contundente afirmação.

Meditei muito antes de te deixar aqui o meu singelo opinar, porque as minhas parcas palavras são pares dos vagabundos nas vielas negras das noites em branco. Que a paz não seja mais uma utopia para iludir crianças ou serenar adultos: que seja uma realidade bem dentro de nós.

Pois só depois de estarmos em paz connosco conseguiremos comungar dessa paz com todos os que connosco partilham o mundo.

Mais uma vez, nem sempre o silêncio é mau agoiro. Por vezes procuramos apenas as palavras mais adequadas ao que sentimos, e eu não sou excepção neste momento. Apenas procuro o meu tempo, o meu equilíbrio, e essa paz quente e acolhedora para partilhar com alguém.

Bons ventos sopram esta nau rumo a porto seguro...

[Beijos]

Å®t_Øf_£övë said...

Miosotis,
Desta vez sou obrigado a discordar de ti, e não me sinto nada em sintonia com a tua esperança de que um dia haverá paz neste planeta. E olha que até sou uma pessoa bastante optimista por natureza.
A única hipotese que eu vejo para que tal possa acontecer, é se o que diz Agostinho da Silva se vier a concretizar:
" voltarem ao Pai todos os seus filhos pródigos".
Aí sim teremos paz.
Bjs.

Armando said...

Ontem vim cá pela primeira vez, e... lamento mas foi horrivel!! O blog demorou imenso a carregar, e apenas consegui ler alguns (poucos posts)! Como sou um grande admirador de Agostinho da Silva e nunca ouvi falar dele em blog algum, pareceu-me ser este um blog interessantissimo, mas infelizmente o pc bloqueava a cada instante... que se passa com este blog afinal?? estará configurado para ter aqui na frente um numero de posts exagerado?? O certo, porém é que hoje tentei de novo e ao fim de muito mas mesmo muito tempo, dedicação e paciência consegui comentar mas... minha querida... por favor, resolve este problema, pois gostaria tanto de te ler em devidas e perfeitas condições!!

Dark Angel said...

Eu também luto pela paz...

Também espero que um dia não haja guerra...

Todos podemos fazer um pouco, para que esse dia chegue mais depressa...


Nota: Deixei-te um desafio no meu blog.
Passa por lá...

Beijo

miosotis said...

Bem-vinda Isabel, ao meu espaço de alguns sentires q deixo, apesar de tudo, passar em olhares intimistas.

Tal como tu, tenho gd admiração por Agostinho da Silva e renovo cada leitura com um prazer mesclado, tantas vezes, de um leve sorriso ao lembrar seu jeito de falar tantas vezes gracioso.

E q singeleza de discurso e paisagem interior!

Sei q é o sonho q leva sp o Homem mais longe...

Mt sensibilizada pelo olhar aqui poisado.

Beijo fraterno

miosotis said...

É bem verdade q a paz começa em nós, Tiago.
Ñ me atreveria a expor aqui meu sentir se nele ñ acreditasse.

Gostei de ler teu olhar associado a tanta subjectividade.
Paz é indefinível, polissémica, mas realizável em cd um de nós, praticantes de uma filosofia de luz.

Mt sensibilizada pelo teu olhar sp tão atento e afectuoso.

bjs em tons de azul prata num outono quase desconfortável... mas em paz interior

miosotis said...

Daniel, mt sensibilizada por juntares tua luz a minha luz. É este o movimento a q se refere Agostinho da Silva.

Bjs fraternos

miosotis said...

.:M:.

Se ñ acreditasse e meditasse profundamente no olhar q aqui deixei, ñ aludiria a um sentimento tão justo quanto praticável no coração dos Homens.

Calar é tantas vezes revelador de tantos sentires...

É com mt afecto q leio sp teu olhar generoso aqui poisado, mais parco ultimamente, mas sem dúvida presente em minh'alma

[beijos]

miosotis said...

Art, és livre de discordar e de sentir a teu jeito meus olhares sp sinceros.

No entanto, ao concordares q a Paz será possível no voltar dos 'filhos pródigos' a casa do Pai [uno na essência, plural na denominação sagrada], já estás a acreditar...

Mt sensibilizada pelo teu olhar sp afectuoso!

bjs

miosotis said...

Bem-vindo, Armando ao meu espaço de alguns sentires.

Lamento q para ti tenha sido horrível e um tormento...

Só posso agradecer mt sensibilizada tua paciência e dedicação pelo facto de te manteres coeso no teu querer ler-me e deixar teu olhar poisado.

Nunca ninguém fez alusão ao q explanaste.
Ñ sei se só sentida por ti. Tentarei ver algum dos problemas apontados.

Espero voltar a 'ver-te'!

bjs

miosotis said...

Dark, há tanto tpo ñ lia teu olhar neste espaço! É bom sentir-te de volta!

Penso q devemos acreditar ser um dia possível a Paz pq sem o sonho, jamais melhoraremos o mundo.

Infelizmente, ñ posso aceitar teu desafio.
Já um amigo me 'etiquetara' há um mês, mas, por princípio, ñ entro nesse tipo de 'encadeamento. E ñ penso fugir a essa regra assumida.

Só dou sequência a cadeias humanitárias pq sei q ñ devem ser quebradas.
Transportam uma energia própria q ñ pode ser interrompida.

Espero q me compreendas e ñ leves a mal... mt sensibilizada pelo teu pensamento e escolha.

bj

Tiago said...

Nao é um comentario, é apenas uma forma singela de agradecer a forma carinhosa com que recebes os olhares que poisam no teu espaço.

obrigado

bjs
Tiago