Monday, July 12, 2010

Interioridade




'...e o silêncio cresce e é fundo e é total, de tal modo que poucos notam que é apenas silêncio...'


Teolinda Gersão, O Silêncio, pág. 110
Bertrand, 1981, 1ª edição



Sim, esta curta passagem encaixa-se profundamente em mim! Vivo momentos de grandes silêncios! E nem sempre me afasto deles!


É como que uma segunda natureza que poisa diariamente e se adentra, tal como as noites frescas de verão.


Também poderia senti esses silêncios como grandes viagens de interioridade espiritual que não gostaria ver transformados em sagração.


Talvez sejam travessias... mas estas travessias vêm-se repetindo com prazos longos. Leio, suspendo, deixo de ouvir as vozes, os sons que me rodeiam são pequenas distracções, um carro solitário que passa lá em baixo, na rua. 


A noite está demasiado quieta. Fico apenas atenta ao pensamento que me percorre, nesta madrugada.


'...O tempo passa, as estações deslizam diante da janela,...'

Teolinda Gersão, O Silêncio, pág. 20
Bertrand, 1981, 1ª edição

É tarde! Não olho o relógio. Sinto-o pela quietude da natureza! Tempo de recolhimento. Preciso descansar. Amanhã, quem sabe? - um novo ciclo se rasga em diferente paisagem! 


Miosótis (pseudónimo)


fragmentos da noite com flores

12.07.2010
Copyright ©2010-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com®
Licença Creative Commons

7 comments:

heretico said...

eloquente silêncio - vibrante de sensibilidade...

beijo

Daniel Aladiah said...

Querida Miosótis
Há tempo para o silêncio e não se consegue usufruir dele. E quando às vezes não o desejamos, parece que nele estamos mergulhados...
Um beijo
Daniel

Virgínia do Carmo said...

Somos feitos também de silêncios... E como a tristeza, também o silêncio nos faz crescer... (por isso a Miosótis é imensa...)

Beijinhos...

Miosotis said...

... e por vezes, o sensibilidade se desdobra em silêncio(s)...

Um beijo, 'Herético',

Miosotis said...

Errata [resposta a Herético] - '... a sensibilidade...'

Miosotis said...

... é um contra-senso, querido Daniel, mas acontece...

Um beijo fraterno,
(há quantos anos nos 'conhecemos' aqui na net... desde o início de 'fragmentos'?!)

Miosotis said...

... somos feitos de quanto(s) silêncio(s)...
Sim, tens razão Virgínia! Mas como é difícil!

Um beijo,
(sensibilizada pelo afectuoso olhar)