Saturday, June 03, 2017

Falando de abraços !






credits:  : New York  Street Artist ‘Swoon’

Algo de errado se passa na minha vida. Eu adoro abraços Mas tirando casos excepcionais, é raro abraçar alguém. 

Quase não me lembro a última vez que abracei um amigo. Mas lembro perfeitamente de quando era pequena abraçar muitas vezes.

Nesta onda de abraços, recordo com ternura abraçar amigas, e amigos, alguns familiares. Mas agora, as coisas já não são bem assim.

Não consigo perceber por que razão os adultos, familiares e amigos, têm tanta dificuldade de se abraçar uns aos outros.

Até mesmo, a dificuldade em mostrar um simples gesto de carinho num momento de tristeza ou felicidade. Suponho mesmo que essa dificuldade se agrava mais nos homens (bem, não são todos iguais), e tomo como o exemplo os homens que tenho à minha volta. 

Na prática de yoga, pratica-se muito o auto-abraço. Mas convenhamos, como sensação afectiva, não é nada parecida com aquela de ser abraçada por outra pessoa de quem gostamos e que nos quer bem. Nada, mesmo.

Reparo que nos filmes, séries de televisão, as pessoas se abraçam muito. Até já comentei isso com familiares, homens.

Resposta quase sempre: Isso é só na ficção. Na vida real as pessoas não andam por aí a distribuir abraços uns aos outros. 

Mas não é verdade! Já tenho visto pessoas na rua a oferecer abraços, embora nunca me tenha cruzado com nenhuma dessas pessoas afectuosas, viradas para os outros.

Verdade que também não sei como reagiria a um abraço de um estranho.

Talvez seja o espelho da sociedade actual, egocêntrica, virada só para as selfies em qualquer canto e esquina.

Talvez as pessoas que gostam de dar abraços, tenham vergonha. Quero acreditar que sim. Admito que sou uma dessas pessoas tímidas. 

Talvez eu me ande a dar com as pessoas erradas, não sei! 


Miosótis (pseudónimo)

03.06.2017
Copyright ©2017-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com® 

2 comments:

Mar Arável said...

Para espanto dos pássaros
Bj

Lune Fragmentos da noite com flores said...

Pois, nem sempre é como gostaríamos, 'Mar Arável'... e os pássaros andam muito 'despassarados', podes crer :-)

Beijo