Sunday, May 24, 2015

B.B. King : um tributo ao blues




B.B. King 1925-2015

BB, anyone could play a thousand notes and never say what you said in one. #RIP #BBKing 

Lenny Kravitz, in Twitter

Define bem o que B.B. King representa para o blues! E como seus pares o veneram.


Adoro blues. Esse ritmo sincopado, com uma batida que, instintivamente, faz fugir nossos pés do contrôlo. Eles sentem connosco, e seguem o ritmo em contratempo. 

palava certa seria clap. Não consigo encontrar tradução adequada na nossa língua. Mas é isso que acontece quando ouvimos blues.

The king of the blues morreu há pouco mais de uma semana. De seu nome Riley Ben King, influenciou gerações de músicos com o som da sua guitarra, Lucille, e a sua voz forte, inconfundível.

Nascido no Mississípi, B.B. King dedicou a vida a reinventar a tradição do blues.


Grandes guitarristas como Eric Clapton, Jimi Hendrix ou Keith Richards, seguiram-lhe os ensinamentos. 


BB King | Toronto 2007
créditos: Kasra Ganjavi
Considerado um dos artistas mais influentes de todos os tempos, B.B. King recebeu dezasseis Grammy. Gravou mais de 50 discos em quase 60 anos de carreiraEm 1987, entrou para o Rock and Roll Hall of Fame.  E em 2004 recebeu o Polar Music Prize Award:
"The Polar Music Prize for 2004 is being awarded to the American composer, singer and performer Riley B King for his significant contributions to the blues."

Polar Music Prize
Para a história ficam temas como ‘Three O’Clock Blues’, ‘The Thrill Is Gone’ e ‘When Love Comes to Town’, em colaboração com U2.


BB King & U2| Youtube




BB King & U2 album | Youtube
B.B.King foi, como sabemos, inspirador para Rui Veloso, que com ele tocou mais do que uma vez, uma delas em 2009.

Rui Veloso confessa que foi com B.B. King que aprendeu a gostar de blues. Não duvido. Tinha uma personalidade contagiante. Um ritmo que se cola à alma musical. Uma dolência que deixou de ser menos triste pelo som da sua Lucille.


Com quase 89 anos, ainda fazia tournées. Deixou de tocar em público em 2014. 

Com ele trabalharam alguns dos nomes mais importantes do rock. Eric Clapton, George Harrison, Rolling Stones, David Gilmour, U2 ou Joe Cocker.

Fica a memória do seu último concerto em Portugal. Foi em 2010, em Sabrosa. Aí, compareceram cerca de 23 mil pessoas. Não tive a sorte de estar presente.


BB King, Sabrosa, Douro, Portugal
créditos: Nelson Garrido

Entre os clássicos daquele que é considerado um dos maiores guitarristas da história, destacam-se outros temas como ‘Payin The Cost To Be The Boss’, ‘How Blue Can You Get’, ‘Everyday I Have The Blues’ e ‘Why I Sing The Blues’ e algumas ‘jóias’ do início de carreira, como ‘You Don’t Know Me’, ‘Please Love Me’ ou ‘You Upset Me Baby’.


Gosto particularmente da sua interpretação do tema You are my sunshine.






B.B. King morreu. Mas o seu blues permanecerá connosco através das suas gravações. E dos seus amigos, como Eric Clapton

O blues chora seu desaparecimento.

"for a half of a century has been one of the absolute foremost figures in his music genre." 

Miosótis (pseudónimo)
24.05.2015
Copyright ©2015-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com®

5 comments:

Pedro Costa said...

Tenho uma profunda admiração por B.B. King. Foi um grande Senhor da música e dos blues em particular.
Foi um dos grandes responsáveis pela entrada dos blues na minha vida.


Para ele e para a sua Lucille uma Viagem tão bonita como as músicas que eles nos deixaram.

Lune Fragmentos da noite com flores said...

Continua a ser um 'grande Senhor da música'. É a alma do blues. Com ele, o blues ganhou uma dimensão de notoriedade na música mundial.

Não duvido que tenha sida o principal responsável da entrada do blues na tua vida. Também na minha.

Suponho que só Eric Clapton guarda em si essa herança...

Que assim se cumpra teu voto. B.B. King merece uma linda viagem...

Suzete Brainer said...

Amo o Blues e o mestre B.B King permanecerá vivo
com a sua arte da música da alma, da paixão, do som
que percorre o corpo e a alma como numa levitação...
Tenho muitos discos (coleção) e até de vinil dos
mestres do Blues, é uma música especial que toca
o corpo e alma numa eletricidade luminosa...

Bjos, Querida.

Lune Fragmentos da noite com flores said...

Lamento só hoje reparar no teu comentário, que muito agradeço, Suzette.
Há muito tempo ! Bom, muito bom voltar a ler-te.

Sem dúvida. Há músicos, escritores, pintores que ficam para a eternidade, em nossas vidas. BB King é um deles. Inesquecível.

O blues é um dos ritmos que mais aprecio! E sempre oiço. Pela cadência, pela paixão com que passa para as nossas almas, quer seja instrumental, quer seja vocal.

Um domingo lindo, assim espero. Por aqui, bem triste e chuvoso.

Beijos,

Lune Fragmentos da noite com flores said...

Lamento só hoje reparar no teu comentário, que muito agradeço, Suzette.
Há muito tempo ! Bom, muito bom voltar a ler-te.

Sem dúvida. Há músicos, escritores, pintores que ficam para a eternidade, em nossas vidas. BB King é um deles. Inesquecível.

O blues é um dos ritmos que mais aprecio! E sempre oiço. Pela cadência, pela paixão com que passa para as nossas almas, quer seja instrumental, quer seja vocal.

Um domingo lindo, assim espero. Por aqui, bem triste e chuvoso.

Beijos,