Thursday, August 05, 2010

Marylin Monroe: um tributo






Marylin Monroe
credits: Milton H. Green/ Archive Images, 1954

Faz hoje 48 anos que Marylin Monroe foi encontrada morta em sua casa. Nunca se soube verdadeiramente as razões da sua morte. Mas, sem sombra de dúvida que a diva se perdeu nos meandros da fama que fez dela o mito da sex symbol do séc. XX. 

Uma mulher lindíssima que personificou o glamour dos anos 50 de Hollywood.

Suponho que Marylin era muito mais do que a beleza vazia de conteúdos que os produtores de cinema fizeram dela. Mas a fama tem um preço. E o seu foi muito trágico.

Lutou deseperadamente por um lugar mais meritório onde a sua inteligência pudesse minimamente brilhar, mas não lhe foi dado esse direito.





Marylin Monroe
credits: Getty Images

Hollywood ironizou  dos seus esforços para se tornar uma actriz dramática. Mas ainda assim, casou com um dos grandes dramaturgos norte americanos, Arthur MillerPulitzer Prize. Outros intelectuais lutaram ao lado de Marylin, e elogiaram seus talentos. 

Surpreendeu, muitas vezes, a imprensa com observações assertivas e comentários plenos de espírito e humor.





                             
           Marylin Monroe
credits: Milton H. Green/ Archive Images, 1954   

Se olharmos bem fundo na expressão do seu olhar, nesta foto, facilmente identificaremos um sentimento de profunda perda, de quase devastação interior. 

Um misto de beleza, inocência, sensualidade, e muita vulnerabilidade fizeram desta mulher uma figura iconográfica que Andy Warhol imortalizou Marylin





Turquoise Marylin Monroe
Andy Warhol (1962)

Andy Warhol pintou várias versões de Marilyn Monroe, usando diferentes cores, tamanhos e formatos.

Baseou-se numa fotografia do último filme de Marylin e criou-o depois da morte da actriz, no mesmo ano. 

O, Time
Be Kind
Help this weary being
To forget what is sad to remember
Loose my loneliness,
Ease my mind,
While you eat my flesh.

Marylin Monroe (poetry)


Miosótis (pseudónimo)

fragmentos da noite com flores
 
05.08.2010
Copyright ©2010-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com®



6 comments:

Virgínia do Carmo said...

Também me visita uma sensação de tragédia quando penso em Marylin Monroe...
Obrigada pela excelente partilha!

Beijinhos!

DarkViolet said...

As mulheres enfeitiçam os Seres e quando se abre os olhos já se está a gemer de feitiços

heretico said...

uma Mulher delicada e bela.
violada pelo sistema...

... como uma flor profanada!

beijo

Miosotis said...

... suponho que os seres mais sensíveis se apercebem da tragédia que percorreu a vida de Marilyn Monroe...

Lembrei, porque li algo sobre a data! Não pude deixar de erguer um pensamento fraterno por quem partiu tão abruptamente :(

Um beijo,

Miosotis said...

... não sei se as mulheres enfeitiçam os seres ou se elas se deixam 'enfeitiçar'...

Que bom reler-te por aqui, 'Dark_'!

Miosotis said...

... a tua visão sobre Marilyn é muito bela, 'Herético'!
Foi sim, vítima de um sistema... que vitimou outros, também!

Um beijo,