Wednesday, June 03, 2009

Silêncios





Solitaire in Silence
painting : artista não identificado
http://artpridenj.com/

«É tão fundo o silêncio entre as estrelas.

Nem o som da palavra se propaga,

Nem o canto das aves milagrosas.

Mas lá, entre as estrelas, onde somos

Um astro recriado, é que se ouve

O íntimo rumor que abre as rosas.»


José Saramago


in Provavelmente Alegria *


Miosótis (pseudónimo)

Fragmentos da noite de silêncios

03.06.2009
Copyright ©2009-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com®

* transcrito aqui

16 comments:

Mateso said...

Um desafio que penso ser feito para ti Gostaria que aceitasses.
Obrigada.
Bj.

arion said...

E para estrelas sempre voltaremos.

DarkViolet said...

Cada estrela ouve o caos interior de cada um, deve ser por isso que há tantas
absorta, absorta, gostas mesmo dessa palavra:)

Å®t Øf £övë said...

hummmm... e há silêncios tão agradáveis...
Bjo.

heretico said...

o intimo rumor da Vida...

belíssimo.

beijos

Miosotis said...

... fui espreitar o teu desafio, 'Mateso'! Não percebi muito bem o 'meme' porque li apressadamente. Mas voltarei com mais tranquilidade! E só depois, tentarei responder ao teu convite!

Sensibilizada pela amizade que se faz ao longo do tempo!

Excelentes feriados!
Um beijo,

Miosotis said...

... sim, verdade 'Arion'! E não há lugar mais sereno...

Sensibilizada pelo olhar atento em 'fragmentos'!

Excelentes feriados!

Miosotis said...

... tu sabes que até poderia concordar com a tua 'interpretação', Dark_ ... mas, ao mesmo tempo, vou pensando: o caos não é tranquilo! Assim, as estrelas não seriam silenciosas, não poderiam ouvir o 'íntimo rumor que abre as rosas'...
:)

Excelentes feriados!

'absorta' é um estado d'alma que me domina, como o silêncio...
Sensibilizada pelo olhar amistoso!

Miosotis said...

... sim, há 'Art'_
Dependem do nosso estado intimista, das tempestades que se abatem sobre nós, da ânsia do equilíbrio interior!

Um beijo e bom descanso em dias de silêncios, estes que se vivem!

Pelo olhar afectuosamente presente ao longo do tempo, sensibilizada!

Miosotis said...

... sim, 'Herético'! Sem dúvida belíssimo!
Saramago tem vindo a apurar a sua sensibilidade criativa... os anos, a vida, as doenças...

Um beijo,

Tranquilos descansos, doces paisagens! Sensibilizada!

Nilson Barcelli said...

Querida amiga, escolheste um poema lindo e uma foto que o ilustra muito bem.
Obrigado pela partilha e parabéns pelo teu bom gosto.
Um beijo.

Mar Arável said...

O seu primeiro livro de poesia


e ainda hoje

provavelmente alegria

Bjs

Miosotis said...

... confesso que me 'apaixonei' por este poema de Saramago!

Quando comecei a ler os primeiros versos, jamais me passou pela ideia que pudessem ser assinados por ele. Que me perdoem os admiradores de Saramago! Mas eu sou-o... apenas de alguns livros.Bons livros! Excelentes e inovadores livros!

A imagem 'reflecte-me' profundamente, nestes últimos tempos... ou em todos os tempos?!?
[pensando...]

Sempre amigo, sempre atento, apesar do tempo...
Um beijo

... perdoa o silêncio...

Miosotis said...

... é óbvio que esta resposta/comentada foi para ti, Nilson!

Miosotis said...

... sim, pelos vistos! E desnudou uma sensibilidade que não pude 'pressentir' antes...
Talvez a vida, talvez a morte, talvez a maturidade...

Sensibilizada, 'Mar Arável'!
Um beijo,

... perdoa o silêncio...

Anonymous said...

http://www.youtube.com/watch?v=RtUH50dIi0s&feature=related