Saturday, November 22, 2008

Encantamentos do olhar!




Fuxico | Adriana Banfi





Fuxico | Adriana Banfi



Pinturas acrílicas sobre papel japonês

Adriana Banfi


Pudesse Eu


Pudesse eu não ter laços nem limites
Ó vida de mil faces transbordantes
Para poder responder aos teus convites
Suspensos na surpresa dos instantes!
 
Sophia de Mello Breyner Andresen Poesia
Antologia Moraes Editores, 1970

 
Miosótis (pseudónimo)
fragmentos de uma tarde de sábado, céu azul-claro, cor de infinito sobre a cidade,  Drive, Incubus

22.11.08


Copyright ©2008-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com®

Licença Creative Commons  

27 comments:

Tiago R Cardoso said...

e diga-se uma excelente selecção, gostei.

em azul said...

Gosto de me sentir sem palavras... de me perder no que vejo e leio.
Obrigada, adorei!
Beijo
em azul

José Miguel Gomes said...

bastam-me as cores... obrigado...

Fica bem,
Miguel

Bill Stein Husenbar said...

E que brilhante escolha!

A inesquecível Sophia de Mello Breyner...

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

antonio - o implume said...

Um belissimo poema da Sofia. Obrigado pela visita e pelo comentário. Senti-me embalado aqui no teu blog.

Miosotis said...

... fragmentos de momentos soltos em paisagem intimista, ondas de mudança!

Sensibilizada pela 'ternura' do olhar!
Um beijo

Miosotis said...

... o teu olhar sensível apoia-me em momentos de introversão, 'em azul'!

Hoje o céu está discordante... entre o azul-macio e o cinzento-chumbo!
Aspectos da mesma realidade...

Sensibilizada pelo olhar afectuoso!
Um beijo

Miosotis said...

... as cores! Por vezes, elas nos bastam para orientar um olhar que se perde no horizonte, Miguel!

Sereno, revolto... tal como as tonalidades do dia de hoje...

Sensibilizada pelo amistoso olhar!
Um beijo

Miosotis said...

... uma escolha que se prende com esparsos fragmentos de meu sentir, 'Bill Stein'! Momentos soltos de uma vida em constante 'peregrinar' intimista!

Sophia é imprescindível em nossas vidas/leituras!

Sensibilizada pelo olhar!
Um beijo

Miosotis said...

... eu é que agradeço, António!

Sim, Sophia tem uma profundidade que me transporta ao limiar de mim mesma...

Sensibilizada pelo amistoso olhar!
Um beijo

ematejoca said...

Venho agradecer a sua visita ao "ematejoca azul", Miosótis!
Que nome lindo escolheu. Gosto muito de miosótis.

A inesquecível Sophia de Mello Breyner era do Porto, a minha cidade. Os poemas dela também sao inesquecíveis...

As imagens neste blogue também as acho muito boas.

Saudacoes de Düsseldorf!

DarkViolet said...

Veio a divina chuva, o céu azul passou a ser miragem:)São instantes da metamorfose constante a fazer o tempo mudar, a restabelecer a ordem natural

carteiro said...

A combinação destes encantamentos levam-me a pensar no Outono sobre o Inverno.

E as palavras da Sophia não precisam de qualquer adjectivo :)

Beijinhos.

Ravnos_Blacklotus said...

Pudesse eu, ter o dom da palavra, para criar poesias tão belas assim...

Um beijo

Oliver Pickwick said...

Os limites são o tao da vida. Um bem precioso. Sem eles, não existiria o desejo de transpô-los, e, por conseqüência, tudo seria monótono e sem atrativos.

heretico said...

tão instantes que são apenas aceno breve.

belíssimo.

beijos

O Profeta said...

A arte das palavras e a alquimia da cor...


Doce beijo

Miosotis said...

... de nada 'ematejoca'! Foi um prazer visitar seu espaço!

Sophia é uma da minhas escritoras 'de culto'!

Quanto à cidade do Porto, espero que seja nela que venha passar seu Natal.

Sensibilizada pelo seu olhar amistoso em 'fragmentos'!

Saudações de um país que é o seu,

...'Miosótis' tem um significado afectivo muito forte! Daí a escolha...

Miosotis said...

... pois é 'Dark_'! Eu sei como gostas da 'divina chuva'... agora transformada em mantos de neve!

O céu azul deu lugar a céus cinzento-plúmbeo que se abatem sobre a cidade!

É bom sentir o calor das luzes, em casa, olhando a paisagem...

Sensibilizada pelo teu atento olhar!

Miosotis said...

... Sophia é mesmo uma das 'poetas' maiores da literatura portuguesa, 'Carteiro'!

A combinação nasce daquilo que sentimos no momento de 'postar'.
Entre o Outono e o Inverno me perco...

Sensibilizada pelo teu amistoso olhar em 'fragmentos'!

Um beijo

... foi bom 're'ler~te por aqui!

Miosotis said...
This comment has been removed by the author.
Tinta Azul said...

Gosto muito do Pudesse Eu.
Os fuxicos têm o seu encanto.

:)

Miosotis said...

... essa é uma arte que poucos a possuem, 'Ravnos'!
Sophia é das mais 'perfeitas'!

Sensibilizada pelo teu atento olhar em 'fragmentos'!

Um beijo,

... foi bom 're'ler-te!

Miosotis said...

... em certa medida, concordo 'Pick_'!

No entanto, estabeleço alguns limites porque a vida é para ser vivida e não só para ser 'atractiva'...


Sensibilizada pelo teu amistoso olhar em 'fragmentos'!

Um beijo,

Miosotis said...

Por vezes, 'Herético', temos apenas 'acenos' para deixar fluir ....
Instantes de vida!

Pelo teu afectuoso olhar em 'fragmentos', sensibilizada!

Um beijo,

Miosotis said...

... suponho que na vida, a alquimia... para além do 'destino'... é o factor maior! Tudo se prende na sensibilidade do ser, 'Profeta'!

Um beijo,

Sempre doce teu olhar! Sensibilizada!

Miosotis said...

Sensibilizada pelo teu olhar 'crítico' 'Tinta Azul'!

'Pudesse eu...' - um lapso de tempo!