Saturday, January 19, 2008

Olhares em dias soltos



Red


Fotografia: Ximou (2007) 




(...)
O que é diferente, numa alma ou numa árvore, são os pássaros:
tanto esses pardais que
o outono leva, e  
o calor volta a trazer, como aves abstractas que cantam, por vezes, 
por dentro da alma, no verão como no inverno (...)
 
Nuno Júdice, Migrações, Cartografia de Emoções, Publicações Dom Quixote, 2001




Miosótis (pseudónimo)


fragmentos da tarde em olhares divagantes, Ben Harper, Morning Yearning

19.01.2008



Copyright ©2008-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com®  



32 comments:

herético said...

que "aves abstractas" povoem o teu canto. sempre.

Mar Arável said...

As aves são assim quando riscam

o ar e poisam no nossos olhar

Mateso said...

As aves pupulam os espaços vazios. Albergam nas asas, os quereres idos.
Beijinho.

Fragmentos Culturais said...
This comment has been removed by a blog administrator.
Miosotis said...

Vai dependendo dos dias, dos sentires, da vida, 'Herético'!

Sei que estou em falta... perdoa! Tenho-me mantido afastada um pouco de tudo!

Sensibilizada pelo teu olhar sempre tão atento em 'fragmentos'!

Bom domingo!

Miosotis said...

... e na noss'alma,

em litanias profundas.

Sensibilizada, 'mar_aravel', pelo teu olhar poético em 'fragmentos'!

Miosotis said...

Raramente olho aves em espaços vazios, 'Mateso'!

Vejo-as/oiço-as sempre em verdes árvores , em sons chilreantes de alegrias ou aconchegos de sentires.

Sensibilizada pelo teu olhar hoje um pouco mais triste [?] em 'fragmentos'!

Um beijo

Menina do Rio said...

Oh minha querida florzinha!
Nda como o calor na alma, mesmo que seja trazido pelo cantar das aves...

Há uma barra de navegação abaixo do titulo de meu blog com links para o Momentos e para outras páginas minhas. É que construí um portalzinho.

Bom te ver e poder sentir teu carinho.

Tem um belo domingo!

Beijinhos

Sophiamar said...

Essas aves abstractas que por aqui cantam, fazem-nos tanta falta.
As aves e tu alegram os nossos cantinhos.

Beijinhossssss

Daniel Aladiah said...

Belo post!
O tempo já está a funcionar, na sua tentativa (às vezes vã) de amenizar a dor... Há sempre desígnios que desconhecemos, mas quero acreditar que haverá alguma razão, mesmo para o infortúnio. Força!
Um beijo
Daniel

O Profeta said...

Às vezes encontro pessoas como tu no caminho secreto dos pássaros...


Inventei uma cidade colorida
Pintei um lago ao pé da tua porta
Coroei-te com diadema de sal
Lancei à sorte esta folha já morta


Boa semana



Doce beijo

José Miguel Gomes said...

Essas aves abstractas são, de facto, a realidade nos nossos ramos, de árvores e de almas...

Fica bem,
Miguel

Twlwyth said...

Miosótis,

Um dia de cada vez..
Adorei a imagem.

Um beijo e boa semana com cantos de pássaros que te aqueçam a Alma.

7 Pecados Mortais said...

Tenho estado ausente nos comentários, mas não nas visitas.
Espero que a minha não participação, não vos impeça de me visitarem.
Tenho novidades no meu espaço e explico melhor a minha "ausência".
Cumprimentos Pecadores.

JOSÉ NEVES said...

E como sabe bem ouvir o chilrrear dos pássaros logo pela manhã ao acordar.

Excelente edição de imagem.

Bjs

Sereia Azul* said...

Maravilhoso este teu post!
Adoro Nuno Júdice, sou fã!!!

O video é fantástico!

Um abraço de brisa marinha*

Sereia Azul*

Tiago said...

pulsares, do livre vento ao poisar, asas para me levares ou me recolheres, terno passar entre o meu erguer teu anoitecer.

um abraço

DarkViolet said...

Todos os seres tem calor e gelo para dar..alguns gostam daquilo que não se espera.sabores de devaneios e alucinações...

O sorriso secreto revela sempre emoções. a perde de alguém deve ser uma força para prosseguir;)

Miosotis said...

Realmente não consegui comentar [não percebi que tinhas uma disposição diferente], mas acabei por deixar uma mensagem no teu 'chat' pessoal, 'menina do rio'!

Sensibilizada pelo teu cuidado em vir alertar-me!

Um beijo

Miosotis said...

Tenho um jeito muito especial de sentir as coisas, 'sophiamar'... mas não sou unica, certamente!

Os pássaros, essas 'aves abstractas' fazem com que cada ser tenha a sua individualidade muito própria...

Sensibilizada pelo teu olhar afectuoso em 'fragmentos'!

Um beijo

Miosotis said...

O tempo, Daniel...

'O tempo já está a funcionar, na sua tentativa (às vezes vã) de amenizar a dor... às vezes tão vã!!

'Há sempre desígnios que desconhecemos'... há, sem dúvida! E algum dia, em algum lugar haveremos de descobrir a razão para tanto infortúnio para tão poucos!

Sensibilizada pelo teu carinho!

Um beijo amistoso

Miosotis said...

'Às vezes encontro pessoas como tu no caminho secreto dos pássaros...' - que bom, Profeta!
Nunca disse que era única...

Belos versos deixados em meu espaço!

Sensibilizada pelo teu olhar sempre tão poético poisado em 'fragmentos'!

Boa semana para ti,também!

Um beijo doce

Miosotis said...

É uma figura conotativa extremamente bela a que Nuno Júdice, pela voz de seu sujeito poético, deixa em noss'alma para nos levar a sentir atentamente ao longo das estações do ano!

Fica bem,também tu Miguel!

Miosotis said...

Um dia de cada vez... um dia de cada vez, se não sufocamos, por momentos alongados.

A imagem também me encantou, pela singeleza [ilustração da alma] e pelo contraste entre o vermelho [vida, alegria, felicidade] e o cinza [tristeza, ausência de cor no nosso coração].

Os cantos dos pássaros começam cedo ainda a noite vai alta, nem sempre me aquecem a alma... mas que é bom ouvi-los, é!

Uma boa semana para ti!
Um beijo

Miosotis said...

O comentário anterior é a resposta a 'twlwyth'!

Miosotis said...

Não tens que te 'desculpar' [falo em sentido figurado] das tuas ausências. '7Pecados'!
Como vês, eu própria também tenho andado 'afastada'... até mesmo de 'delicadamente' agradecer quem me visita com sensibilidade :(

Irei até ao teu espaço, sem dúvida!

Um abraço fraterno

Miosotis said...

Olá José Neves,

Na verdade, é um privilégio que voltei a ter há algum tempo

Também é encantador ouvi-los em final de tarde ou até nas noites do amanhecer...

A imagem é linda!
Sensibilizada pelo olhar atento em 'fragmentos'!

Um beijo

Miosotis said...

Olá 'sereia azul'

Este 'post' contém alguns dos 'fragmentos' que me 'aliviam' a alma... poesia, música, arte e natureza.

Também adoro o mar, mas esse tem um lugar 'especial' em mim...

Nuno Júdice é um dos meus 'mais' na literatura portuguesa.

Sensibilizada pelo teu olhar amistoso!

Um abraço de brisa nocturna [a noite está fria]

Miosotis said...

Tiago,

Que bonito e sensível olhar aqui poisaste, 'registado'!
Fragrâncias de um sentir...

Muito obrigada!
Um abraço

Miosotis said...

Sim, todos os seres têm um pouco de todos esses sentires. Os gostos são pessoais e conotativos.

Alucinações nunca tive...
... mas por vezes me cruzam acontecimentos que preferia vê-los como meras 'alucinações'.
Tristemente, são realidade...

Sensibilizada pelo teu olhar em 'fragmentos'!

Å®t Øf £övë said...

Miosótis,
Gostei dessa comparação entre as arvores e os passaros. Dá muito que pensar...
Bjo.

Miosotis said...

Dá 'Art'... mas ao mesmo tempo é tão verdade!!

As almas têm 'pássaros' diferentes, cantantes ou silenciosos, muito identificativos do nosso sentir: aquele 'eu' que poucos conhecem, porque 'o' resguardamos' mais e mais... porque o amor...

Um beijo

[desculpa, só hoje vi teu comentário]