Saturday, November 19, 2011

Livros versus e-books




Bibliotecas | Benvindo de Carvalho 
Litografia 2011



O que de sonho jaz nas encadernações vetustas,
Nas assinaturas complicadas (ou tão simples e esguias) dos velhos livros. 
(...)
Tudo quanto sugere, ou exprime o que não exprime, 
Tudo o que diz o que não diz, 
E a alma sonha, diferente e distraída. 


Álvaro de Campos, Esplendor, 2ª e 4ª estrofes
in Poemas


A discussão em debates, artigos de opinião, e outros, em volta de livros e e-books, e o lugar da Literatura, continua muito presente.

Eu que não sou contra os e-books, considero que os livros jamais serão substituídos! Essencialmente, para todos aqueles que amam a Literatura!


Miosótis (pseudónimo)

19.11.2011
Copyright ©2011-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com®


4 comments:

mfc said...

Os E-books poderão ter o seu lugar... mas nunca poderão substituir o livro!
É uma querela estéril.

heretico said...

nada que se compare ao tacto do papel. e o odor das letras...

os E-books são demasiado assepticos. para meu gosto...

beijo

Miosotis said...

De acordo, 'mfc'. e-books são uma coisa, livros são... um bem intimista!

A querela já cessou. Estéril, sem dúvida! Terminou mal começou, passado o entusiasmo da novidade.

Bom fim-de-semana!

Miosotis said...

Não há mesmo comparação! Reconheço que em viagem, poderá ser prático, mas nada mais!

Como tu, adoro o gesto de folhear o livro, o olfacto do cheiro do papel, o olhar que se prende na palavra...

Beijo, 'Herético'!