Monday, January 02, 2017

Herança de vida






credits: Christian Schloe

Aqui está minha vida.
Esta areia tão clara com desenhos de andar
dedicados ao vento.
Aqui está minha voz,
esta concha vazia, sombra de som
curtindo seu próprio lamento
Aqui está minha dor,
este coral quebrado,
sobrevivendo ao seu patético momento.
Aqui está minha herança,
este mar solitário
que de um lado era amor e, de outro, esquecimento.

Cecília Meireles, Aqui está minha vida



Quero então uma herança diferente. Areia clara, sim, com desenhos de andar de andar dedicados ao oceano. Gosto da brisa com cor de água-marinha. 

Voz sem tantos lamentos. Mágoa(s) de coral quase perfeito. E poucos momentos patéticos.

Quero uma herança mais leve. Menos solilóquios. Quero começar outros dias. De serenidade. Fruir dos aromas que envolvem a vida. 

Possa eu encontrar a paisagem quase perfeita para continuar. 

Pacificada, serena. Evitar o desassossego. Colorir o pensamento com aguarelas de momentos mais doces. Ternura. 

Um mar menos solitário. 
Ânimo para todos os afectos.

"Com as coisas que vão acontecendo vamos aprendendo que nada é impossível de solucionar, apenas siga adiante."

Papa Francisco


Miosótis (pseudónimo)

©glosa sobre poesia de Cecília Meireles

04.01.2017
Copyright ©2017-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com® 



7 comments:

Mar Arável said...

Tangíveis os impossíveis

Lune Fragmentos da noite com flores said...

Sei, 'Mar Arável'...

Boa noite de Reis.

Lune Fragmentos da noite com flores said...


Thank you to all my readers from the United States. You are so many!!
I don't know if you are 'luso-descendentes' or being American you can easily understand the Portuguese language.

Once more, I really apreciate your presence here. Please continue to visit me.

Happy New Year!

Suzete Brainer said...

Querida Lune,

Uma partilha preciosa, o poema da mestra Poeta Cecilia
Meireles (adoro tudo que ela escreveu...), a imagem
belíssima do Christian Schloe e o texto.

Uma harmonia de significados que comungam com a vida
em sua essência e instantes preciosos que pacificados,
nos conecta com o sublime invisível em tudo!...

Um beijo e abraço repleto de paz e afeto desta irmandade humana!

Ps: Grata pela tua preciosa visita e respondi lá no meu espaço...

Mariazita said...

Concordo inteiramente com a opinião da Susete - Uma partilha preciosa!
Gosto imenso de Cecília Meireles.

Desejo que tenhas um excelente 2017, pleno de felicidade.

Votos de uma semana muito feliz.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

Manuel Veiga said...

Cambraia fina e renda delicada. aqui e agora.
poema e texto em diálogo (feminino) encantador

de uma delicada subtileza, que muito apreciei.

beijo

Jaime Portela said...

Magníficas escolhas.
Boa semana, querida amiga.
Beijo.