Saturday, May 19, 2007

Das paisagens





Foto: Peter Djonj/ AP 2007
http://news.yahoo.com/photos



"O maior erro do ser humano, é tentar tirar da cabeça aquilo que não sai do coração."

Autor desconhecido


É bom regressar a casa, em final de tarde com cheiro a calor!

Decidi afoitar-me naquela explosão de cor. O vento expulsara as nuvens e meus passos crepitavam por entre um lago de flores, amarelo cor-de-oiro, num silêncio atordoado e límpido. Aspirei com vontade de sorver as fragrâncias de um tempo que se comprometia duradoiro e quente.

Atraída e ofuscada pela cor forte, luminosa, viva, daquele campo povoado de campestres essências, caminhei!

Meus pensamentos repoisavam puros, como quem reza, num caminhar aspirado passo a passo, ritmado, leve, na terra esbatido.

A vida parecia mais tranquila. Mas eles, os pensamentos troavam, deixando-me como um bando de pássaros. Envolta numa aragem deliciosa e solta, trazia comigo o mar, poisando-o num lago. Divino espaço!

Entrara para a minha intimidade, na minha respiração. Erguera-me para a invisibilidade.

Inundados os olhos de litanias, aturdida no silêncio bucólico. A vida parecia mais tranquila! Os pássaros tilintavam em redor.

A melancolia abatia-se, mesclada de aromas de açafrão e ervas raras, numa acalmia polvilhada de sentires, naquele caminhar suspenso.

Na minha cesta poisara o lago, o mar, o ideal encantado de uma paisagem. Parecia em paz por respirar o ar de verão!

Parei. E levantei os olhos cor de canela. O céu, como uma tenda de veludo azul, estendia-se por cima da minha cabeça, cor das flores. Survi, mais uma vez, todos os sentires imersos no universo...


Subi, meti a chave à porta. Corri as cortinas transparentes verde-musgo. Da pequena mas rasgada varanda airosa, pude ainda despedir-me do sol cor de sonhos que atravessava o horizonte!

Debruçada no alto da nuvem, virada para o infinito, movi os céus, a terra para chegar até ali...


"A lua subiu à minha janela, onde permaneceu sonhadora até partir. Olhei para o canto do céu iluminado pela sua passagem. Lentamente foi-se apagando e as estrelas apareceram." *

O que sonhas? - perguntei.


Miosótis (pseudónimo)

Com humildade, gostaria de pedir a Art of Love que me perdoasse por responder tardiamente ao seu sensível "thinking blogger award".

E só posso agradecer tal gesto, dedicando-lhe esta divagação de afectos, mesclada de realidade e fantasia.


fragmentos da noite com flores

19.05.2007
Copyright ©2007-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com® 

Licença Creative Commons 

Shan Sa
As Quatro Vidas do Salgueiro

Casa das Letras, 2005, 1ª edição

54 comments:

DarkViolet said...

Um texto ritmado com lindas metáforas. Cada odor transborda no teu sentir. Raramente se sabe encontrar o sítio mais carinhoso para resvalar um sentimento. Por vezes acerta-se, muitas vezes falha-se. Essa dualidade cerebro-coração, sentimento ou racionalidade, sempre presente...

herético said...

que posso dizer-te? que me encantei com a tua paisagem doirada? é pouco para a vibrante paleta de cores (emoções) que as tuas palavras transportam...

Vladimir said...

bela narrativa, sinto-me nessa paisagem....

Daniel Aladiah said...

A paz é muitas vezes um campo de oiro...
Um beijo
Daniel

mago dos sonhos said...

Saudações!

Passei para te desejar, a continuação de um agradável Domingo. Perfeita valsa de letras esta. O Mago, aqui repousou.

Sonhos Mágicos

Spells said...

Olá mio!

Achei o teu texto muito subtil e de uma leveza muito natural...
Oxalá os sonhos sejam pacíficos!

Votos de uma excelente semana onde os sonhos predominem..

Um sorriso

nc

Cris said...

Debruçada no alto da nuvem, virada para o infinito, movi os céus, a terra para chegar até ali...



Só mesmo tu para nos encantares com tão bela escolha de palavras.
Um beijinho
C.

Farinho said...

há dias assim, em que as cores do universo despertam os nossos sentidos.


Beijocas

aya said...

Uma doçura este teu cantinho...

Miosótis, deixei-te um "meme" no meu blog...caso queiras continuar!!

Bjs

Tacitus said...

O aroma e a coloração deste teu texto é fabuloso. Uma quietude angélica de quem aprecia as boas pequenas coisas da vida. Um abraço e sabes, gosto de pessoas que marcam a diferença, tu és uma delas (respondi-te à questão? ;))))
Um grande abraço

un dress said...

osMoSe

Miosotis said...

dark_violet, a simplicidade é apanágio dos grandes sentimentos e outros actos ligados à essência dos afectos.

Mt sensibilizada pelo teu olhar sensível neste espaço...

Miosotis said...

'Herético' é assim q vejo/sinto o q me rodeia...

Mt sensibilizada pelo poisar de teu olhar em meu espaço!

Miosotis said...

Bem-vindo Vladimir a este espaço de alguns sentires!

Fico feliz de saber q há outras pessoas a 'sentir' em sintonia!

Mt sensibilizada por poisar aqui teu olhar!

Miosotis said...

Sim, Daniel... é uma possível metáfora para a paz intimista!

Mt sensibilizada por poisar aqui teu olhar!
bjs

Miosotis said...

Ñ foram letras/paisagens escritas em tonalidade de valsa... mas em ritmo de blues, 'Mago', um dos meus sons preferidos!

Mt sensibilizada por poisar aqui teu olhar!

Continuação de uma mágica semana!
bjs em tonalidades azuis

Miosotis said...

Foi uma escrita suave, bem 'jazzy' Nino, mas os sonhos... esses são sempre uma incógnita inconsciente, umas vezes pacífica outras menos!

Mt sensibilizada por poisar aqui teu olhar num acto tão carinhoso!

Continuação de uma doce semana!
bjs em tonalidades azuis

Miosotis said...

Cris, é sempre com alegria q vejo aqui teu olhar poisado!

Um texto envolto de emoções/paisagens onde a cor ressaltou pela beleza da imagem!

Excelente e doce semana para ti!
bjs

Miosotis said...

É verdade, Sónia! Ñ direi despertam... mas 'redobram'!

Excelente e linda semana para ti!
bjs

Miosotis said...

'Aya'... mt sensibilizada pelo poisar de teu olhar afectuoso em meu espaço e tb pelo 'meme' atribuído!

Ñ sou mt de correntes, mas também ñ gosto de quebrá-las!
Vou tentar responder à tua honrosa menção!

Excelente e linda semana para ti!
bjs

Miosotis said...

Tacitus, mt sensibilizada pelo afecto demonstrado/poisado neste meu espaço!

As cores do Universo transportam energias q se desdobram em paisagens intimistas de gd fragrância de cores, num sentir policromático simbiótico!

Um abraço afectuoso,

P.S. Mais ou menos esclarecida ;)

Miosotis said...

Sensibilizada pelo poisar de teu olhar, 'un_dress!

Cris said...

E é bem verdade, como pode esquecer a cabeça aquilo que o coração insiste em lembrar???


Bejinho
C.

diabinho said...

Linda paisagem.
Mas depois de ter descoberto hoje que vivo no deserto, já nada me anima....

Beijokinhas endiabradas

Ran Norr said...

Logo a primeira frase é tocante... Profunda!
Nada sai da cabea, se habita no nosso coração.
Distinguir entre o que vive na cabeça e o que habita no coração é que nem sempre é fácil... mas com o tempo, vai-se ouvindo melhor um e outro e tudo vai mudando na nossa vida!
Bjs

MiguelGomes said...

Bom fim-de-semana :)
Miguel

Twlwyth said...

Texto de grande sensibilidade descritiva.

Daniel Aladiah said...

O que escreves é poesia... de que gosto muito.
Um beijo
Daniel

Nilson Barcelli said...

Belíssima prosa. Cheia de poesia e de imagens magníficas.
De uma sensibilidade intensa e muita suavidade, que nos transporta para uma espécie de paraíso multicor, só possível a quem escreve muito bem.
Bom fim de semana.
Beijinhos.

Miosotis said...

Mt sensibilizada pelo teu olhar de novo aqui!

Bom f-s Cris!
bjs

Miosotis said...

Com o rolar dos dias, quem sabe ñ saíste já desse deserto...'diabinho'!
Faço votos q assim seja!

Mt sensibilizada pelo teu olhar aqui poisado!

bjs ñ 'endibrados'

Miosotis said...

Bem-vinda, 'ran noor' a este meu espaço!

Distinguir entre o que vive na cabeça e o que habita no coração é fácil... eu penso! Retirar é mais difícil!
O tempo faz ou desfaz, mas o 'distanciamento' é bem nefasto...

Mt sensibilizada pelo teu olhar aqui poisado!
bjs em noite de primavera fria

Miosotis said...

Espero q o teu esteja a correr lindamente, Miguel!

Mt sensibilizada pelo teu olhar aqui poisado!

Miosotis said...

Mt sensibilizada pelo olhar afectuoso aqui poisado, 'twlwyth'!

Miosotis said...

Mt sensibilizada pelo teu olhar aqui poisado de novo! Bem afectuoso, Daniel!

Excelente f-s!
bjs

Miosotis said...

É bom ler de novo teu olhar, Nilson!

Ñ sei se escrevo bem... mas faço-o com o meu sentir de intimidade feito!

Mt sensibilizada pelo olhar afectuoso aqui poisado!

Bom f-s!
bjs

Pepe Luigi said...

Encantadora forma narrativa, a qual me transportou em pura imaginação a uma idêntica paisagem!

Cristina Nobre Soares said...

Belo óleo sobre tela... Parabéns!

Spells said...

Vim deixar um beijinho de boa noite... Bons sonhos!

nc

Bonnie said...

é sempre um prazer ler-te, Mio.

beijinho

DarkViolet said...

Ouço o silêncio ensurdecedor...:(

o alquimista said...

Impressionante a beleza em que se tranforma tudo o que tocas...tens uma chama que Deus só dá alguns...

Tiago said...

Nós flutuamos, flutuamos, na musica ou na magia das palavras...

Rebirth said...

Quem sabe, Miosótis, o que sonhará a lua...
Na eternidade das suas noites, talvez sonhe com a tranquilidade dos finais de tarde com cheiro a calor, o tilintar dos pássaros e uma miríade de aromas de açafrão, de ervas raras e de mar... e com as cores do mundo que inundam os teus olhos cor de canela... pois é um belo sonho...

Miosotis said...

Mt sensibilizada pelo teu olhar atento e sensível, 'Pepe'!

Miosotis said...

Bem-vinda Cristina a este espaço de fragmentos feito!

Mt sensibilizada pelo olhar de apreço aqui poisado!

Miosotis said...

Há momentos q por muito q sonhemos...

Uma boa noite para ti, Nino! Mt sensibilizada!
bjs

Miosotis said...

'Bonnie'q bom ter-te de volta!

És a minha 'fiel' leitora... tarde o tempo q tardar...
bjs

Miosotis said...

É ensurdecedor... tb o oiço, 'dark'!
:(

Miosotis said...

Só mesmo o teu olhar, 'Alquimista', para dizer uma coisa tão bela!

Mt sensibilizada pela afectuosidade!

Miosotis said...

Penso q flutuas bem, Tiago... entre a música e a paisagem da 'magia das palavras...

Miosotis said...

Quem sabe 'rebirth'...

Ñ sei se a 'paráfrase' foi intencional, o sonho, esse...

Mt sensibilizada pelo olhar de novo aqui poisado!

Sereia Azul* said...

"A lua subiu à minha janela, onde permaneceu sonhadora até partir. Olhei para o canto do céu iluminado pela sua passagem. Lentamente foi-se apagando e as estrelas apareceram. *"

Deixei-me encantar com o sabor perfumado das tuas palavras, perdi-me no sonho da tua paisagem.

Um abraço de brisa marinha

Sereia Azul*

Miosotis said...

As palavras q transcreveste, 'sereia azul' ñ são minhas, mas extraídas de um pequeno livro, mt bonito, como certamente reparaste...

Mt sensibilizada pelo teu afectuoso olhar!

Um abraço salpicado em noite de chuva