Wednesday, December 31, 2008

Bom Ano 2009




Manu Fernandez/AP 2008



Mudar o mundo é mudar os ponteiros onde se marca o bem e o mal. Não quer dizer pô-los ao contrário, mas dar-lhes andamento certo.

A vontade de transformar o mundo. Desgraçado do povo que não compreende isso: ele não tem génio. E triste do poeta que não sente assim, porque ele não tem simpatia pela vida.


Agustina Bessa-Luís, Mudar o Mundo

Tenho uma enorme aspiração que o mundo "mude para melhor"! Não direi "querer mudar o mundo" porque o que está feito, é irreversível!

Mas desejo ardentemente que o mundo "mude para melhor"! Isso está na minha vontade e na vontade de cada um de nós! E só quando formos muitos é que chegaremos ao nosso dom maior... Saber mudar o mundo para melhor!






AP Photo/Damian Dovarganes


http://www.washingtonpost.com/



Não importa duvidar... o que importa é querer vivenciar uma intrínseca manifesta esperança que viva dentro de nós como uma flor e nos faça agir em cada momento com cuidadoso sentimento.
Não é jamais moralista. Ele ama as descobertas, não se deixa abater pelo que o espectáculo da vida poder ter de depressivo; pelo contrário, o sentido do seu próprio limite no tempo é uma espécie de imunidade que o leva a não deixar nada por verificar, nada por vingar da afronta da superficialidade em que as coisas se generalizam.

Agustina Bessa-Luís, Criador

Eu creio que podemos "mudar o mundo para melhor"! E em cada gesto eu coloco toda minh'alma de afectos feita.


O viver multipolar entre o que se ama e o que nos comove, alimenta a vontade de sermos nós próprios sem afectar o amor ao próximo.

Agustina Bessa-Luís, Amar

Opera Omnia, Dicionário Imperfeito, Guimarães Editores, Lisboa, Junho 2008

Este é o meu gesto de Paz e para um mundo melhor partilhado em movimento universal pacifista!

Fraterno Ano 2009!



Miosótis (pseudónimo)

fragmentos da noite com flores, no último dia do ano 2008, homenagem a Agustina Bessa-Luís, a mulher, a escritora.


No mês em que Harold Pinter e Dario Fo* morreram.

31.12.2008

* Prémios Nobel da Literratura 2005 e 1997


Copyright ©2009-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com®

Licença Creative Commons 

Wednesday, December 24, 2008

Natal com Fraternidade




REUTERS|Brendan McDermid (UNITED STATES)
http://lh3.ggpht.com/

É verdade! É um contrasenso depois de tudo o que pratico, mas gosto de olhar o Natal em Rockfeller Center! As imagens são sempre divinais! E as pessoas mostram-se alegres ao partilhar de momentos tão encantatórios. Luzes, movimento, câmaras, música, gente célebre, televisão! Talvez se sintam ilusoriamente menos sós durante a celebração do Natal em Rockfeller Center!

[...] Nova Iporque sempre me pareceu um lugar impessoal, o auge da impersonalidade, e, por isso, extremamente tentador.


Agustina Bessa-Luís, Nova Iorque

Podem ser meras ilusões, mas o que é certo é que os novaiorquinos vibram, deixam-se envolver pela magia, sorriem com prazer e passeiam no meio da multidão para por momentos fazer parte de um colectivo quase quente e amistoso.


Quantas pessoas passarão solitariamente o Natal em Nova Iorque?!

E aqui, no nosso país, na nossa cidade, por trás de uma janela, mesmo ao virar da esquina, no nosso prédio, nosso andar... quantas!?
E nós?!




\
AP Photo/Julie Jacobson 2008



Gosto das pessoas como elas são e dá-me imenso prazer - cada vez mais - ser agradável e gostar de quem não vale grande coisa. De outra forma sentir-me-ia muito só neste mundo.

Agustina Bessa-Luís, Pessoas

Sim, as pessoas acabam por juntar-se em espaços públicos, mesmo não sentindo a sintonia com as outras pessoas, apenas para não estar sós...



AP Photo/Julie Jacobson 2008



O mistério da vida cumpre-se em cada homem de uma forma única. A harmonia depende possivelmente de que deveríamos impor menos as fórmulas de felicidade, que é bom senso de raros, e aceitar redimensionando-a pela responsabilidade própria, a incoerência de todos.

Agustina Bessa-Luís, Solidão das Personagens

O mundo vive momentos muito difíceis. Mas, talvez por isso mesmpo as pessoas precisam mais do sonho para enfrentar a vida!

E por que não sonhar a fraternidade?!


AP Photo/Diane Bondareff
http://por-img.cimcontent.net/

Nada mais difícil neste mundo do que perceber da fraternidade humana. Somos livres para ajuizar, mas mão somos livres para decidir o afecto que nos é prometido. Isso, ou o merecemos, ou não.
A fraternidade é uma causa boa, mas também é a mais intocável das esperanças até parecer a mais intangível das ilusões. É um mistério da vontade, e não uma proposta da inteligência.

Agustina Bessa-Luís, Fraternidade

Opera Omnia, Dicionário Imperfeito, Guimarães Editores, Lisboa, Junho 2008





Quero crer que o sentimento de Fraternidade será uma causa tocável e que não estarão longe os tempos em que os Homens se irão juntar numa vontade una!

Fraterno Natal para toda a Humanidade num futuro muito próximo!

Que as guerras deixam de dividir os povos!

Que a luz de uma vela branca se ilumine em cada uma das nossas casas, partilhando de uma movimento universal pacifista!

Fraterno Natal para si!


Miosótis (pseudónimo)

fragmentos da noite mais especial do ano, 


24.12.2008



Copyright ©2009-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com®

Licença Creative Commons  

Saturday, December 20, 2008

I don't talk about it...

Galiano


François Guillot 2008
news.yahoo.com/photos


Ao início,

eu queria um instante.
A flor.

Mia Couto, Idades, Maputo 2006






Quero um beijo, pediu ela

Um sismo
abalo o peito dele.
E devotou o calor
da lava dos seus lábios,
entontecida água na cascata.

Quando terminou
ela tinha os olhos rasos de água.

Mia Couto, O Beijo e a Lágrima, Maputo, 2006


Miosótis (pseudónimo)


revisitando sentires depois de longa ausência em fragmentos da noite


20.12.2008
Copyright ©2008-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com®

Licença Creative Commons  



Sunday, December 14, 2008

Manoel de Oliveira... 100 anos activos!




Manoel de Oliveira/Cineasta





Manoel de Oliveira
http://fotos.sapo.pt


Quer se goste ou não da sua arte, Manoel de Oliveira é muito conceituado nas comunidades intelectuais mundiais, ligadas à arte cinematográfica e não só!

Mas o que mais me impressiona é o facto de ter celebrado o seu 100º aniversário a filmar!

Ninguém contesta o seu equilibrado sentido de humor e a perfeita noção da realidade do mundo que o rodeia!


Não poderia deixar de homenagear o homem porque o realizador/autor já o celebrei em outros momentos e lugares!

É agradável ouvir uma pessoa com esta idade, perfeitamente consciente, e crítico do seu próprio mérito.

Estou muito sensibilizado e emocionado. Não sei se mereço isto. Suponho que não, até porque não é mérito próprio chegar à idade que cheguei. São caprichos da natureza, mas é agradável!"

Manoel de Oliveira


Manoel de Oliveira apresentou ainda as suas aspirações com veemente convicção:

Terminado mais um filme Manoel de Oliveira manifestou vontade de rodar "O estranho caso de Angélica" recuperando um projecto dos anos 50, que o realizador gostaria de estrear em Maio de 2009, no Festival de Cannes, em França!

Público, 11.12.08

Parabéns Manoel de Oliveira!


Miosótis (pseudónimo)

fragmentos de final de tarde, num momento de pausa... depois de uma semana cansativa!

14.12.2008


Copyright ©2008-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com®

Licença Creative Commons  


Sunday, December 07, 2008

Doces fragrâncias em noite de chuva





Imagem: Autor não identificado *
ww.google.pt/images

Quero ter pensamentos que me cheirem a lenha
Esfregar o espírito em plantas aromáticas
Uma alma com pétalas guerrilheiras selvagens (...)

Natália Correia, Cântico do País Imerso, in O Sol nas Noites e o Luar nos Dias
Projornal, Março 1993




Miosótis (pseudónimo)

fragmentos da noite em manto de chuva, com ventos agrestes na paisagem citadina, Delicate, Damien Rice

07.12.2008

Copyright ©2008-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com®

* Imagem publicitária, autor não identificado